Blogs

CBF avisou que não vai esperar estaduais terminarem para começar o Brasileirão

Essa é a principal razão para que a Federação Paulista de Futebol esteja buscando todas as maneiras possíveis para não paralisar o seu estadual, evitando que o desfecho de seu torneio possa ocorrer na segunda metade de dezembro

Por Vitor Sérgio Rodrigues

CBF avisou que não vai esperar estaduais terminarem para começar o Brasileirão(Lucas Figueiredo / CBF)

CBF avisou que não vai esperar estaduais terminarem para começar o Brasileirão | Lucas Figueiredo / CBF

A busca incessante da Federação Paulista de Futebol (FPF) em continuar o Campeonato Paulista 2021 de qualquer maneira em meio às medidas de contenção do Coronavírus no estado, a ponto de realizar jogos do torneio no vizinho Rio de Janeiro, tem uma explicação: o medo da entidade em não conseguir terminar seu torneio até o início do Campeonato Brasileiro de 2021. Segundo apuração do Blog do VSR, a CBF avisou informalmente às federações que não irá atrasar o início do Brasileirão para ser jogado o término de estaduais que extrapolem a data prevista no calendário divulgado para este ano.

Em contato com dirigentes de quatro clubes que disputaram o Brasileirão 2021, três da região sudeste e um da região sul, eles informaram que nas respectivas federações trabalha-se com a informação de que a CBF não vai atrasar o início do Brasileirão como foi feito em 2020. A data-base para início do Campeonato Brasileiro 2021 é o fim de semana de 29 e 30 de maio, data que deverá ser referendada nesta quarta-feira, no conselho técnico da competição. Os estaduais que não tiverem terminado até 23 de maio deverão ser terminados quando houve possibilidade, administrando eventuais datas-livres.

Por esse motivo, a FPF tem buscado incessantemente não paralisar o Campeonato Paulista. De todos os principais estaduais do país, o Paulistão é o único a utilizar todas as 16 datas estipuladas no calendário deste ano. Por isso, a FPF tem reafirmado que o torneio vai terminar no dia 23 de maio, aconteça o que acontecer. Uma fonte da federação paulista confirmou que os clubes já estão cientes de que poderão jogar com intervalos menores do que as 66 horas como previsto no Regulamento Geral das Competições da CBF. Na entidade, é real o medo de só conseguir terminar o Paulistão 2021 na segunda metade de dezembro, após o Brasileirão terminar.

Um dos dirigentes ouvidos pelo Blog na semana passada afirmou que a CBF atualmente se preocupa muito em passar uma imagem positiva perante a opinião público e que por isso não se posicionou oficialmente sobre essa questão, em um ofício ou em uma reunião, por exemplo. Sempre se falou de forma informal, em conversas telefônicas. Nesta terça-feira, em reportagem do jornal "O Dia", foram publicados trechos vazados de uma reunião do presidente da CBF, Rogério Caboclo, com presidentes de clubes das Séries A e B em que o mandatário da confederação defende abertamente que o futebol continue sendo disputado, sob pena de muito prejuízo financeiro para todos, em especial aos clubes, e por uma incerteza de quando conseguiriam retomar as atividades.

O blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da CBF para saber sobre a determinação de que a CBF não esperaria os estaduais terminarem para começar o Brasileirão. A resposta foi a seguinte: “A CBF confia que o calendário-base do futebol brasileiro seja executado conforme publicado. Estamos atentos e trabalhando em parceria com as federações estaduais para solucionar as necessidades surgidas em virtude do agravamento da crise da COVID-19”.

Comentários