Blogs

Chegou o dia, Atlético feliz e CR7 triste na Champions

Pela primeira vez, time de Simeone deixa uma equipe com Cristiano Ronaldo para trás no maior torneio de clubes do mundo

Por Vitor Sérgio Rodrigues

Chegou o dia, Atlético feliz e CR7 triste na Champions(2022 Manchester United FC)

Chegou o dia, Atlético feliz e CR7 triste na Champions | 2022 Manchester United FC

O Atlético de Madrid conseguiu sair de campo comemorando tendo Cristiano Ronaldo no outro lado em um jogo de Champions.

E foi com uma execução quase perfeita de um plano de jogo montado para neutralizar a pressão que o United faria (e fez), bem como fechar as opções de acionar CR7 em uma zona perigosa.

Esses dois pontos foram bem percebidos no lance do golaço coletivo marcado pelo brasileiro Renan Lodi (partida dele), construído desde atrás em uma retomada de bola (em que na minha visão houve falta em Fred) e no fato de que Cristiano Ronaldo não conseguiu finalizar ao gol. Nenhum arremate no jogo inteiro, algo que não acontecia na Champions desde 2011.

Ponto para Simeone, que traçou esse plano de jogo para casar com as deficiências (que são muitas) do United, conseguindo exorcizar o fantasma de ser eliminado pela equipe de CR7.

Agora, o Atlético de Madrid tem outros fantasmas para exorcizar na Champions.

Comentários