Blogs

Dá para caçar 'provocações' onde você quiser...

É desnecessário deturpar frases para se motivar em um mata-mata da Champions, que por si só já é bem motivadora

Dá para caçar 'provocações' onde você quiser...

Dá para caçar 'provocações' onde você quiser...

"Como nosso time é melhor, acredito que vamos passar. Estou confiante de que possamos reverter.". Frase de Kimmich, antes do jogo de volta PSG x Bayer.

"Vou trazer essa vitória de qualquer jeito, nem que seja morto.". Frase de Neymar, antes do jogo de volta City x PSG.

Sabemos que nem Kimmich e o Bayern conseguiram reverter, nem o Neymar voltou para Paris com a vitória e a classificação.

Duas frases normais, esperadas dentro do contexto que se encontravam. Se dissessem que "não daria", não deveriam entrar em campo.

Só que a frase de Kimmich no Brasil virou provocação, soberba e coisa de falastrão (e foi deturpada na tradução ainda...). A frase do Neymar foi endeusada como algo de quem está "querendo jogo" (e fez uma péssima partida, diga-se).

Neymar comemorou (segundo ele sem intenção) na frente de Kimmich e na entrevista coletiva transparece que o Kimmich "falou demais" e deu arma para o PSG. O pessoal do City nem ligou para o que disse Neymar...

Até porque, ninguém precisa deturpar uma frase do adversário para se motivar em uma semifinal de Champions. É desnecessário fazer isso para "pegar gás" numa disputa de quartas-de-final do maior torneio de clubes do mundo...

Comentários