Blogs

Departamento de Futebol banca Renato e confia em melhora com a volta dos titulares para Montevidéu

Cúpula rubro-negra não gostou do empate contra a Chapecoense, mas entende que time de Renato Gaúcho conseguirá apresentar um futebol eficiente na decisão da Libertadores ao ter de volta os jogadores que estão machucados

Por Vitor Sérgio Rodrigues

Renato vem sendo muito cobrado pela torcida do Flamengo nos jogos

Renato vem sendo muito cobrado pela torcida do Flamengo nos jogos

A queda de desempenho do Flamengo nos últimos jogos, escancarada no empate em 2 a 2 com a Chapecoense, lanterna do Brasileiro, na última segunda-feira, foi percebida e cobrada segundo uma fonte do departamento de futebol do clube, mas o apoio ao técnico Renato Gaúcho é total. O Blog do VSR conversou com um integrante do futebol rubro-negro que ratificou "que Renato é o treinador do time" e que o retorno dos titulares à equipe resultará em atuações melhores.

Segundo esse integrante do departamento de futebol, houve uma conversa com a comissão técnica após o jogo contra a Chape para traçar um cronograma especial de treinos como preparação para a decisão da Libertadores, contra o Palmeiras, no próximo dia 27. O entendimento é que o padrão de atuação vai melhorar quando os titulares estiverem à disposição de Renato. As seis ausências em Chapecó (Diego Alves, Isla, David Luiz, Felipe Luiz, Andreas e Arrascaeta) foram citadas como motivo para o desempenho ruim, quando o Flamengo chegou a passar aperto, mesmo jogando por 30 minutos com um a mais no segundo tempo.

Esse integrante do departamento de futebol do Flamengo fez questão de dizer que o clube não desistiu do Campeonato Brasileiro, mesmo estando 11 pontos atrás do Atlético Mineiro, tendo um jogo a menos, faltando oito rodadas para o fim do torneio. Ao ser questionado como conciliar jogar sem parar com treinos voltados para a final da Libertadores, ele disse será feito um planejamento que contemple as duas coisas.

Para fechar, esse dirigente afirmou que a sensação de má fase está sendo agravada pelos erros de arbitragem, citando os jogos contra Cuiabá, Athletico e Chapecoense, "que se houvesse vitórias nessas partidas a percepção do trabalho seria outra".

Comentários