Blogs

Dinizlândia? Brincando de Leco?

A imagem da Dinizlândia é do nosso Alê Oliveira, no De Placa (todos os dias, 10h30 da manhã, no EIPLUS e YouTube do De Placa). Mas não é só o treinador são-paulino o problema. É o mundo fantástico que alguns dos nossos técnicos estão criando elogiando demais o que merece críticas demasiadas. Culpa também dos presidentes que trocam técnicos como se fossem peças de Lego (a imagem agora é minha)

 

Por Mauro Beting

Fernando Diniz

Fernando Diniz

Fernando Diniz tem razão quando diz que o torcedor tricolor é quem tem todo o direito de ficar muito chateado com o que não tem acontecido com o São Paulo no BR-20 - e de fato o time começava a jogar bem quando houve a parada, daquelas coisas que dão errado quando o clube está vivendo seu pior momento futebolístico, e não apenas dentro de campo, e não apenas no Brasileirão deste ano...

Mas o treinador, como outros de sua geração como Roger Machado, e também mais experientes como Abelão e Luxemburgo (e admiro e respeito todos eles), para talvez não melindrarem seus atletas (e os perderem...), nas entrevistas coletivas douram a bola que tem sido de chumbo.

Comentam um jogo que tenho ABSOLUTA CERTEZA que ele não concordam com a "análise" otimista e nada realista.

Não foi "lindo", como disse Abelão depois de uma derrota feia do seu Vasco em 2020. Tá feio. E fica ainda mais feio do que eu acordando quando se tenta vender alguém que ninguém pode comprar.

O São Paulo de Diniz está feio. Quando joga bem, e não tem sido o caso, não ganha. Quando erra atrás (e tem errado demais), perde. Ou acha um empate imerecido como o 1 a 1 contra o Bahia, no Morumbi, nesta quinta-feira.

Mas o São Paulo sem Diniz ficará melhor?

Ainda mais com a direção do clube que troca Osorio por Doriva em 2015, Aguirre por Jardine em 2018, e, em 2020, se bobear (ou se fizer o que tem feito), troca Diniz e sua tentativa de ficar com a bola na frente por Celso Roth que não gosta de tanto assim disso.

Como parece que a direção tricolor não gosta tanto do São Paulo.

Como parece mais uma vez estar tão perdida como muitas partidas tricores nos últimos tempos. Antes, durante e possivelmente depois do atual treinador.

Comentários