Blogs

Estrela não sobe. Ela fica, Botafogo

O Botafogo não subiu. Estrela já está lá. No céu.

Por Mauro Beting

Estrela não sobe. Ela fica, Botafogo

Estrela não sobe. Ela fica, Botafogo

O Botafogo não subiu. Estrela já está lá. No céu.

Onde Garrincha, Didi, Nilton Santos, Heleno, e constelação ilimitada tenta há anos, com seus anjos pornográficos e futebolísticos, evitar que os buracos negros e os alienígenas da casa devastada alienem esse patrimônio futebolístico interplanetário de sua órbita gloriosa.

Estrela solitária não é cadente. É chama que no peito bate e clama pelo renascimento. Tem brilho próprio. Não reflete luz de ninguém.

Pode não ser essa a definição científica. Mas o Botafogo não nasceu para ser lição. Mesmo dando aula de como fazer lá dentro e desfazer aqui fora. É tanto fogo quando água da Guanabara. É General e é civil. É Severiano e severo com seus muros pintados de estrelas e pichados de cataclismos terrenos e desterrados.

Estrela não se desenterra. Ela fica lá em cima encantando e até dando esperança fugaz a quem perdeu o gás e que estava em fuga do coração.

Mas história não se apaga como estrela morta. Vive de passado quem tem o Botafogo. Tem história. Tem glória.

O Botafogo não voltou. Por amor de verdade não fugir. Não sair. Não cair.

O Botafogo não está de volta ao lugar dele que o dele não tem cabimento para tanta coisa que já fez e já deixou desfazer.

O Botafogo apenas está como Botafogo nesse vai e vem da água que todo dia acorda a Baía. Maré que já não é tão linda e limpa como já foi. E não sei se voltará a ser.

Não sei mesmo se o Botafogo vai voltar a ser um time que fica e é firme sem esse que vai e vem de divisão.

Não sei mesmo.

Mas o Botafogo sempre foi em qualquer Rio do Brasil a absoluta certeza que não existe certeza absoluta além do Botafogo. Nem quem é Botafogo antes de ser alma sabe algo sobre tudo que é o Botafogo.

Quem sabe a mais linda estrela do futebol não indica para a manjedoura do Engenho e arte outros anjos de pernas tortas, outras folhas secas de outono, outras enciclopédias do futebol.

Quem sabe?

O Botafogo é tão Botafogo que o futebol ainda não está preparado para entender o Botafogo.

Nem a vida sabe o que é o Botafogo. Mas quem é Botafogo sabe que sem ele não tem vida.

Botafogo, eu não sou.

Mas, no fundo, somos todos que olham para cima numa noite e ouvem as estrelas.

Comentários