Blogs

Marcelo lança holding que pode abrir portas para a aquisição de grandes clubes no Brasil

Investindo em times desde 2017, o jogador já acompanha o movimento dos clubes brasileiros 

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Além de jogar no Real Madrid, Marcelo investe no mercado de futebol(Getty Images)

Além de jogar no Real Madrid, Marcelo investe no mercado de futebol | Getty Images

Nesta segunda-feira, 24, Marcelo vai inaugurar formalmente a sua holding, a 'DOZE'. O lançamento será através das redes sociais do jogador, às 16h. 

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR A HBO MAX E ASSISTIR A TODOS OS JOGOS DA CHAMPIONS LEAGUE 2021/22!

Investindo em clubes desde 2017, Marcelo já tem dois times próprios (Azuriz e Mafra) e outros empreendimentos como a 'DOZE Football' e a 'Academy 12'. A nova holding vai funcionar como uma Marca Guarda-Chuva que vai coordenar todas essas empresa e representar os interesses do jogador em diferentes frentes do mercado. 

O objetivo de Marcelo é criar uma estrutura que permita uma ponte entre Europa e Brasil. Com a liberação do modelo de SAF (Sociedade Anônima do Futebol) no mercado brasileiro, que levou recentemente Ronaldo Nazário a adquirir o Cruzeiro, as possibilidades são ainda maiores.

A ideia é possibilitar uma espécie de plano de carreira completo. A Azuriz Futebol Clube, por exemplo, poderia formar atletas, enquanto o clube de futebol Mafra, da segunda liga do Campeonato Português, poderia ser uma vitrine para esses jogadores na Europa. 

Marcelo pensa ainda em comprar um terceiro clube no segundo semestre deste ano, com torcida grande e tradição, para que o atleta formado no Azuriz e adquirido pelo Mafra possa ser comprado por um time complementar depois.

A 'DOZE' pode ser uma porta de entrada para a aquisição de grandes clubes brasileiros. Em dezembro de 2021, Marcelo falou sobre isso com exclusividade à TNT Sports e deixou claro o interesse. 

"Com a SAF, os investidores começaram a enxergar o mercado de futebol brasileiro de outra maneira. Esse modelo permite que clubes se estruturem melhor e passem a ter uma gestão eficiente, transparente e profissional. Ou seja, agora eles têm a oportunidade de liquidarem suas dívidas. Assim como já aconteceu no futebol europeu, vão poder trabalhar com os clubes brasileiros através de uma abordagem empresarial." 

 
Em reta final de contrato, Marcelo deixa seu futuro no Real Madrid em aberto
Comentários