Blogs

O caso do jogador depreciado por ser Bola de Ouro

Modric não precisava de uma Bola de Ouro para ser reconhecido como um dos meias mais talentos, inteligentes e técnicos deste século, do mesmo jeito que não deve ser depreciado por isso

O caso do jogador depreciado por ser Bola de Ouro

O caso do jogador depreciado por ser Bola de Ouro

Um jogador pode se desvalorizar após ser eleito Melhor do Mundo e ganhar a Bola de Ouro? Não faz sentido algum. Mas parece que Luka Modric sofre desse mal, numa inversão cruel e irracional de valores.

Após ganhar esses prestigiados prêmios em 2018, Modric passou a ser considerado quase uma fraude, em especial pelos fãs de Cristiano Ronaldo, que ficou sem essas premiações. E é inadmissível esse tipo de tratamento, mesmo eu concordando que Modric não merecer estar no topo do futebol mundial naquele ano (é um assunto superado, mas o justo na minha visão seria premiar CR7).

Após isso, a todo momento em que se pode e/ou deve reconhecer o talento, a qualidade e a capacidade em influenciar um jogo que Modric possui virou uma espécie de oportunidade para reduzir a fantástica carreira do croata "ao Bola de Ouro fake". Aconteceu isso de novo nesta terça-feira, quando Modric foi o principal destaque da classificação da Croácia para o mata-mata da Euro.

O 1 a 1 com a Escócia ao intervalo estava eliminando a Croácia. Modric colocou o jogo no bolso, marcando um golaço, de trivela, e dando a assistência para Perisic fazer o 3 a 1. Nas redes sociais, no Brasil e na Europa, várias mensagens citando os prêmios de 2018, em vez de reverenciar a ótima atuação do meia.

Modric não pediu para ganhar como Melhor do Mundo. Modric não roubou a Bola de Ouro. Ele foi votado, como todos são votados. Logo, chega a ser criminoso tentarem diminuir legado do croata, um craque, por causa disso. Modric é um dos mais capazes, inteligentes e técnicos meio-campistas do futebol neste século. Ele não precisava de uma Bola de Ouro para ser reconhecido assim, do mesmo jeito que não deve ser depreciado por isso.

Comentários