Blogs

Que sorteio foi esse?

City e PSG se reencontrando, talvez com CR7 reforçando o time de Guardiola, e um Grupo B fantástico são os destaques de um fantástico sorteio da fase de grupos da Champions League

Por Vitor Sérgio Rodrigues

Grupos da Champions League sorteados(2021 UEFA)

Grupos da Champions League sorteados | 2021 UEFA

A expectativa de uma fase de grupos fantástica nesta edição de Champions League se confirmou após um fantástico sorteio realizado em Istambul nesta quinta-feira. Os reencontros entre Manchester City e PSG, que duelaram na última semifinal, fazem os jogos mais aguardados, mas as bolinhas nos deram muito mais do que isso! Vamos analisar!

Grupo A
O PSG turbinado por Messi, Sergio Ramos, Hakimi, Wijnaldum e Dounarumma ainda precisa acontecer como equipe, mas que automaticamente gera uma expectativa enorme, será testado já na fase de grupos, enfrentando o vice-campeão Manchester City. O time de Pep Guardiola chega reforçado por Jack Grealish no meio-campo, mas até a próxima terça-feira pode ter Cristiano Ronaldo em seu ataque. Os dois aparecem como favoritos às duas vagas da chave, mesmo tendo o perigoso RB Leipzig (que eliminou o Mancheste United na última Champions. Mas o time alemão se enfraqueceu defensivamente nesta temporada e começa um novo trabalho com Jesse Marsch. O Brugge deve sofrer muito.

Grupo B
Um dos grupos mais impactantes da história recente da competição: Atlético de Madrid, Liverpool, Porto e Milan, 15 títulos de Champions na disputa e o Atlético, que não tem título, com três finais na história. A distribuição de forças neste momento indica Liverpool e Atlético à frente na briga pelas duas vagas. O Atlético se reforçou em relação ao time que foi campeão espanhol (De Paul e Matheus Cunha) e o Liverpool só precisa ficar saudável para voltar a ser um time fortíssimo em nível europeu. A questão é que os dois não terão nenhum jogo de menor exigência! O Porto é muito competitivo e foi às quartas na Champions passada e o Milan, voltando à competição, pode crescer.

Grupo C
O terceiro grupo traz uma tendência de equilíbrio, com o Dortmund saindo um pouco na frente, mas precisando controlar seu desequilíbrio entre uma defesa vacilante um ataque poderosíssimo. O Sporting foi campeão português mostrando um bom nível, mas precisará se provar numa competição como a Champions. Por isso vejo o Ajax à frente na briga pela outra vaga, com um Tadic que cresce na Champions, com muita força pelas pontas e qualidade no toque de bola. O Besiktas não deve incomodar.

Grupo D
É quase uma repetição de grupo da temporada passada, quando Real Madrid, Inter de Milão e Shakhtar Donetsk se encontraram (ainda tinha o Borussia Monchengladbach, que ficou com a segunda vaga – a outra foi do Real). Analisar esse grupo hoje é incerto, por vários fatores. O Real Madrid pode anunciar Mbappe a qualquer momento, o que poderia transformar a atmosfera do clube. Mas eu não acho que a chegada de Mbappe transforme o Real em favorito à Champions. Mas deve ser a força desse grupo, com muito menos trabalho do que na temporada passada. A Inter luta para evitar a quarta eliminação seguida em fase de grupos, perdendo Lukaku e Hakimi, duas das principais peças do título italiano, além do técnico Conte. Mas a base é forte e acho que dessa vez passa para as oitavas. Resta saber o nível de trabalho que o Shakhtar verde-amarelo vai dar, agora sob o comando do italiano De Zerbi. O Sheriff, da Moldávia, é a grande novidade dessa fase de grupos, tem um sistema defensivo bem forte, mas vai em busca do milagre.

Grupo E
Olhando no papel, é um grupo que tem Bayern e Barcelona favoritos às duas vagas. Mas há alguns contextos que precisam ser observados. O Bayern tem um técnico novo  Julian Nagelsmann e com uma nova dupla de zaga, após as saídas de Alaba e Boateng. Quanto tempo precisará para engrenar? O Barcelona vive um trauma com a saída de Messi da forma que foi, mas tem um núcleo de qualidade em seu plantel, reforçado por Memphis Depay, Aguero e Eric Garcia. Se virar a chave da perda de seu maior jogador, é mais competitivo que Benfica e Dynamo Kiev. Mas o time de Jorge Jesus promete ser competitivo, de olho em roubar uma vaga nas oitavas. Para isso, vai precisar evoluir até o mês que vem.

Grupo F
Há um reencontro dos finalistas da Europa League, com o Villarreal levando a melhor sobre o Manchester United. Desta vez, com o time inglês reforçado por Varane e Jadon Sancho, em uma disputa de seis jogos, espera-se que o United consiga uma vaga sem tanto problema. Mas os jogos contra Villarreal e Atalanta prometem ser bem duros. Os dois prometem uma bela briga por uma vaga, com características diferentes. Se o “olho grande” em ficar em terceiro para cair para Europa League não pesar, acho que o Villarreal pode desbancar a ótima Atalanta. O Young Boys é qualificado, mas não consegue aguentar esse nível.

Grupo G
Um grupo equilibrado entre si, sem nenhum rótulo de grande time, esquadrão. Pelo trabalho mais consolidado e qualificado, o Sevilla, que estava no Pote 2, vira o cabeça-de-chave não oficial. O time de Lopetegui é bem equilibrado em todos os setores, se fortaleceu e tem bola para passar em primeiro. A segunda vaga fica bem aberta entre os três restantes. O Lille teve todos os méritos para ser campeão francês, mas sofre com problemas financeiros, perdeu algumas peças e começou jogando mal a temporada. O Red Bull Salzburg deu sufoco no Bayern na temporada passada segue com a mesma fórmula: time intenso, com peças jovens que evoluem bem e se acostumou a estar na fase de grupos. Pode ser a chance de ir ao mata-mata. O Wolfsburg, em tese, começa como a segunda força da chave, vamos ver se mantém isso, num começo de trabalho novo.

Grupo H
O Chelsea que foi campeão da Champions League “antes da hora”, após Thomas Tuchel ter um impacto imediato absurdo arrancando para o título no mata-mata, só melhorou com a chegada de Lukaku. O encaixe do belga tende a ser perfeito, projetando que o Chelsea não tenha nenhum trabalho para ser primeiro colocado desse grupo. Ainda mais com uma Juventus instável e sem saber se terá Cristiano Ronaldo. Mas a Velha Senhora ainda é mais forte e capacitada do que o Zenit, mais uma vez campeão russo, mas que sofre para mostrar seu jogo na Champions. O Malmo luta para conseguir dificultar os jogos para os outros três.

E você, o que achou do sorteio? Só dizer nos comentários!

Comentários