Blogs

Simeone e o Atlético de Madrid podem muito mais

Fim da linha para Simeone no Atlético de Madrid? A eliminação para o Leipzig  na Champions deixa muitos questionamentos para a próxima temporada

Por Tatiana Mantovani

Simeone na eliminação do Atlético de Madrid para o Leipzig na Champions(Marca)

Simeone na eliminação do Atlético de Madrid para o Leipzig na Champions | Marca

Diego Pablo Simeone é o maior técnico da história do Atlético de Madrid. Um ex-jogador que chegou para resgatar o time há mais de 8 anos e fez muito mais do que isso. Ele transformou uma equipe de meio de tabela na Espanha em uma das melhores da Europa. O salto do Atleti com o Cholo é uma das maiores transformações da história moderna do futebol sem um investimento gigante vindo de um Estado ou de uma grande marca. O Atlético de Madrid cresceu a base dos resultados em campo.

Antes do Cholo, o Atleti tinha disputado 8 Champions em toda a sua história; com o Cholo são 8 anos seguidos na maior competição de clubes do mundo. Antes do Cholo, o Atleti não vencia o Real Madrid há 14 anos; com o Cholo o derbi da capital nunca foi tão equilibrado. Nos 10 anos antes do Cholo, o Atleti só conseguiu estar entre os três primeiros de LaLiga 3% das rodadas do Espanhol; com o Cholo, esteve na posição em 70% de todas as rodadas. Antes do Cholo, o orçamento do Atleti era de cerca de 120 milhões euros; com o Cholo passou a ser de mais de 500 milhões.

Dito tudo isso, já se passaram 8 anos. 7 títulos conquistados, duas finais da Champions perdidas, jogadores vendidos por milhões e jogadores adquiridos por milhões. Simeone tem um estilo de jogo muito claro, que funcionou perfeitamente em seus primeiros 8 anos no Atleti. Foi esse estilo de jogo com marcação forte, um sistema defensivo extremamente fiável e um contra-ataque efetivo, que o Cholo transformou o Atleti dentro e fora do campo. Porém, 8 anos depois, muitos atléticos querem mais.

Simeone colocou o Atleti em outro patamar e agora precisa manter o time e o clube lá. Depois da eliminação para o Leipzig na Champions, os questionamentos sobre o trabalho de Simeone crescem aqui na Espanha. Alguns aponto o fim da linha para o argentino no clube. A verdade é que a torcida do Atleti não quer nem ouvi falar em demissão do técnico, a grande maioria segue apoiando Simeone. O que se pede é uma transformação, um Atleti com seu estilo de jogo, porém com algo mais. E aí está o grande desafio do técnico argentino.

Durante 8 anos, Simeone cumpriu o que lhe foi pedido pelo clube: estar na Liga dos Campeões. Porém, com um elenco mais talentoso e com jogadores que podem dar muito mais, só estar na Champions não basta. É preciso brigar por títulos e conquistá-los. A temporada do Atlético de Madrid não foi um fracasso, Simeone conquistou o objetivo do clube e o time estará na próxima Champions. Porém, uma eliminação para o Leipzig na Liga dos Campeões, um Espanhol com 17 pontos a menos que o campeão e uma eliminação para a Cultura Leonesa na Copa do Rei são sinais de alerta gigantes para o clube. O Atlético e Simeone podem e devem ser mais ambiciosos, mas precisarão aceitar esse desafio e colocar  em prática. 

Comentários