Champions League

Oitavas da Champions: genial e artilheiro, Messi acabou com o Leverkusen em 2011/12

Craque argentino viveu noite mágica na maior competição de clubes do mundo pelo Barcelona ao marcar cinco gols na vitória por 7 a 1 sobre os alemães

Messi celebra gol marcado contra o Leverkusen em noite inspirada na Champions
Messi celebra gol marcado contra o Leverkusen em noite inspirada na Champions - Jasper Juinen (Getty Images)

Por Redação da TNT Sports

Camp Nou, Barcelona, Lionel Messi e Champions League. No dia 7 de março de 2012, alinharam-se as estrelas para formar um constelação de maneira nunca antes vista para um recital na maior competição de clubes do mundo. Pelo clube blaugrana, em duelo contra o Bayer Leverkusen, válido pelo jogo de volta das oitavas de final, o craque argentino viveu noite fora do comum até para os seus padrões e anotou cinco gols na goleada por 7 a 1 sobre os alemães.

CLIQUE AQUI E ASSINE A HBO MAX PARA ASSISTIR A TODOS OS JOGOS DA CHAMPIONS LEAGUE!

O Barcelona havia encaminhado a classificação no jogo de ida. Em Leverkusen, na Alemanha, a equipe comandada por Pep Guardiola venceu os donos da casa por 3 a 1, com dois de Alexis Sánchez e um de Messi. O show do argentino, no entanto, ainda estava por vir.

No próximo dia 13 de fevereiro (terça-feira), começam os jogos de ida da Champions League 2023/24. Você acompanha todos os confrontos ao vivo na TNT, no Space e na HBO Max.

A magia de 'La Pulga'

Se o Bayer achou que poderia reverter a desvantagem sobre o então atual campeão da Champions no Camp Nou, o sonho acabou ainda no primeiro tempo. Aos 23 minutos, Xavi lançou para Messi, que viu o goleiro adiantado e tocou por cobertura. Já na reta final da etapa inicial, o argentino desfilou dentro da área e bateu colocado, no canto direito, sem chances para Leno.

Os 45 minutos iniciais foram perfeitos para os culés. Mas Messi, no auge de sua fase artilheira, ousou desafiar os detalhes e transformar mais um noite de grande atuação do Barça em um dos jogos mais importantes da história da Champions.

Siga nosso canal exclusivo de Futebol Europeu no WhatsApp e fique por dentro de todas as informações do Melhor Futebol do Mundo!

Foram três gols em sequência. Aos 5 minutos do segundo tempo, Messi ampliou com hat-trick. Cria de La Masia, Tello marcou o quarto aos 10. Dois minutos depois, em bobeada da defesa adversária, o argentino fez o seu quarto gol no jogo, o quinto do Barcelona. Aos 16, Tello marcaria mais um.

De outro planeta: Messi marcou 91 gols entre Barcelona e Argentina em 2012
De outro planeta: Messi marcou 91 gols entre Barcelona e Argentina em 2012

Em termos coletivos, o Barça avançava para as quartas de final da Champions League com muita confiança diante do desempenho no início do mata-mata. Porém, em termos individuais, era a chance de Messi criar estabelecer um recorde: ser o primeiro a marcar cinco gols num jogo da competição europeia.

Aos 39 minutos, mais um chute colocado fez de Messi o primeiro jogador a anotar cinco gols numa partida de Champions. O Bayer diminuiu aos 45, mas longe de impedir a festa sobre a atuação monumental do camisa 10 adversário.

Messi ainda dividiria o feito, anos depois, com mais dois atacantes. Em 2014, Luiz Adriano, pelo Shakhtar Donetsk, marcou cinco gols na goleada dos ucranianos sobre o Bate Borisov. Na última temporada, em 2022/23, também nas oitavas, Haaland anotou cinco gols sobre o RB Leipzig com apenas 57 minutos em campo.

Abaixo, assista aos golaços de Lionel Messi contra o Bayer Leverkusen em 2011/12:

Oitavas da Champions: genial e artilheiro, Messi acabou com o Leverkusen em 2011/12

Ficha técnica - Barcelona 7 x 1 Bayer Leverkusen

Data: 7 de março de 2012, terça-feira
Local: Camp Nou, Barcelona (Espanha)
Árbitro: Svein Oddvar Moen (NOR)
Auxiliares: Kim Thomas Haglund (NOR) e Frank Andås (NOR)
Cartões amarelos: Rolfes e Castro (Bayer Leverkusen)

GOLS:
Barcelona:
Messi, aos 23 e 42 minutos do primeiro tempo; Messi, aos 5 minutos, e Tello, aos 10 minutos, Messi, aos 12 minutos, Tello, aos 16 minutos, Messi, aos 39 minutos do segundo tempo.
Bayer Leverkusen:
Bell Arabi, aos 45 minutos do segundo tempo.

BARCELONA: Valdes, Daniel Alves, Mascherano, Pique e Adriano (Muniesa); Busquets, Xavi (Tello) e Iniesta (Keita); Fàbregas, Messi e Pedro.
(Técnico: Pep Guardiola)

BAYER LEVERKUSEN: Leno, Schwaab, Reinartz, Toprak e Kadlec; Castro, Rolfes, Renato Augusto e Bender (Schürrle); Derdiyok (Bellarabi) e Kiessling.
(Técnico: Robin Dutt)

Mais Vistas