Futebol Brasileiro

Athletico tem SAF avaliada em R$ 2,5 bilhões, afirma Mario Celso Petraglia

Presidente do clube paranaense afirmou que Furacão está revendo o modelo para que consiga um parceiro no mercado brasileiro e projetou faturamento de R$ 800 milhões em 2024

Athletico tem SAF avaliada em R$ 2,5 bilhões, afirma Mario Celso Petraglia
Athletico tem SAF avaliada em R$ 2,5 bilhões, afirma Mario Celso Petraglia (Foto: José Tramontin/athletico.com.br)

Por Redação da TNT Sports

Nesta segunda-feira (27), o presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia convocou uma coletiva de imprensa para falar sobre os planos para o futuro do clube e afirmou que pretende vender parte do Furacão para se tornar uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF). Além disso, o mandatário também afirmou que o rubro-negro foi avaliado em R$ 2,5 bilhões.

CLIQUE AQUI E ENTRE NO GRUPO DA TNT SPORTS NO WHATSAPP!

A expectativa de Petraglia é que o clube consiga se tornar uma SAF vendendo até 51%. A busca inicial é por um parceiro no mercado brasileiro que consiga contribuir com o Athletico. Para baixar os custos, o Furacão pode tirar a Ligga Arena da jogada.

Estamos revendo o modelo para ficar possível entrar um parceiro a nível do mercado brasileiro. A nossa avaliação chegou a 2 bilhões e meio. Optamos em incluir na SAF todos os ativos. Estamos revendo, quem sabe tirar o estádio, que baixa esses valores."

O mandatário também calculou que o faturamento par 2024 será de R$ 800 milhões somados com a venda de alguns jogadores, como Vitor Roque, além do acordo com tripartite e os naming rights da Ligga Arena:

"Se tiver do outro lado que queiram vir somar, o CAP ficou muito grande. É uma empresa média pra grande. Com a venda de alguns jogadores, principalmente o Vitor Roque, mais o acordo tripartite, Ligga, devemos faturar mais de 800 milhões de reais esse ano".

Petraglia também minimizou o fato do Furacão não disputar a Libertadores em 2024, mas projetou um tricampeonato na Sul-Americana. Além disso, afirmou que vai fazer um time competitivo para concorrer com os gigantes do futebol brasileiro.

"2024 será melhor que 2023. Infelizmente não vamos competir a Libertadores, esse ano ficaremos fora, mas quem sabe ganhemos o tricampeonato da Sula. Vamos fazer um time competitivo para concorrer com esses gigantes que faturam 1 bilhão, como o Flamengo deve faturar"

Mais Vistas