Futebol Brasileiro

Atlético-MG chega a acordo por dívida com Ricardo Guimarães, ex-presidente do clube

Galo conseguiu diminuir prejuízo de R$ 247 milhões para R$ 85 milhões

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Sérgio Coelho, presidente do Atlético(Foto: Divulgação)

Sérgio Coelho, presidente do Atlético | Foto: Divulgação

O Atlético-MG informou na última quarta-feira (09) que chegou a acordo com a família do ex-presidente Ricardo Guimarães, que dirigiu o clube de 2001 a 2006. Em nota oficial, o Galo disse que a dívida chegava a R$ 247 milhões, mas com os cálculos feitos, chegaram no valor de R$ 85 milhões.

A quantia será parcelada, e uma outra parte será cedida em patrocínios, conforme diz a nota do clube: 

3,9 milhões de reais em quatro parcelas anuais: a primeira de 900 mil, em julho de 2021; e as outras três de um milhão, sempre no mês de julho, em 2022, 2023 e 2024;

16,1 milhões de reais em 92 parcelas mensais de 175 mil, sendo a primeira e a segunda em junho de 2021;

65 milhões de reais serão quitados através da cessão do direito ao patrocínio máster da camisa do time profissional masculino, pelo período de 6,5 anos, a partir de janeiro de 2022, o que equivale ao investimento de 10 milhões de reais por ano de patrocínio. Esse período poderá ser reduzido ou ampliado, de acordo com a valorização do patrocínio máster. O período máximo para o caso de ampliação é de 9 anos."

Ricardo Guimarães assinou aditivos concedendo descontos ao clube mineiro posteriormente, ajudando no cálculo do clube e a acertar o acordo da dívida.

Comentários