Futebol Brasileiro

Atlético-MG repudia declaração de dirigente do Flamengo: ‘Tempo de manobras extracampo já acabou’

Em nota oficial, clube mineiro ainda declarou que 'os autores responderão pelos seus atos'

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

O Galo venceu o confronto do primeiro turno por 2 a 1(Giazi Cavalcante/Código19/Gazeta Press)

O Galo venceu o confronto do primeiro turno por 2 a 1 | Giazi Cavalcante/Código19/Gazeta Press

A briga pelo título do Brasileirão não está só dentro de campo. Fora dele, os nervos estão se aflorando cada vez mais conforme a reta final da competição vai se aproximando. O Galo lidera o torneio com 56 pontos, 11 há mais que o Flamengo, que tem dois jogos a menos. No Twitter, o vice-presidente geral e jurídico do clube carioca pediu que punissem o Atlético por conta de uma tentativa de invasão à sala do VAR na partida contra o Santos.

O dirigente se refere ao episódio em que Rodrigo Caetano, cartola atleticano, teria dado socos e chutes na porta da sala dos árbitros de vídeo, evento que foi relatado na súmula da partida. Após a declaração de Dunshee pedindo justiça e que o clube mineiro fosse punido com a perda de mandos de campo, os mineiros se pronunciaram em suas redes sociais, soltando uma nota oficial:
 
"NOTA DE REPÚDIO
 
O Clube Atlético Mineiro manifesta repúdio às seguidas declarações de dirigentes e lideranças do Flamengo, como a feita hoje, pelo vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee, em sua conta no Twitter. Nela, de forma dissimulada e ardilosa, ele afirma que dirigentes do Galo tentaram invadir a sala do VAR (no jogo Atlético x Santos, no último dia 13, no Mineirão), e pede punições ao Clube e aos dirigentes (a quem chama de agressores), em face dessa suposição. É necessário que haja responsabilidade e bom senso nas manifestações de dirigentes, para que não se instale um clima de beligerância e acusações infundadas. Não houve, por parte do diretor de Futebol do Galo, Rodrigo Caetano, qualquer tentativa de invasão à sala do VAR, tampouco de outro dirigente da nossa equipe. As afirmações são mentirosas e seus autores responderão pelos seus atos, no tempo próprio. O Atlético agirá com firmeza contra todos que proferirem declarações mal-intencionadas, e que se prestam unicamente a prejudicar o bom desempenho esportivo do Galo. O tempo de manobras extracampo e favorecimentos já acabou! Pelo menos, é o que se espera!"
 
Em seu pronunciamento, o clube deu a entender que levará o dirigente flamenguista à justiça, quando disse que "os autores responderão pelos seus atos" após alegar que a declaração foi "mentirosa", "dissumulada" e "ardilosa". O clube ainda aproveitou para alfinetar os cariocas, quando declarou que "o tempo de manobras extracampo e favorecimentos já acabou!" Confira a nota no fio do Twitter do time:
A briga pela taça promete para essa reta final de Brasileirão. O Atlético está em dia com o calendário e já tem 25 jogos, enquanto o Flamengo jogou 23 vezes nesta edição da liga nacional. O próximo adversário do Rubro-Negro é o Cuiabá, no próximo domingo (17), às 20h30 (de Brasília), no Maracanã. Já o Galo viaja até Goiânia para enfrento o Atlético-GO, também no domingo, às 18h15. 
Comentários