Futebol Brasileiro

Boca Juniors pode ser o novo destino de Borja, afirma jornal

Após sondagem de São Paulo e tentativa de contratação definitiva de Junior Barranquilla, atacante do Verdão é negociado com o Boca

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Miguel Borja pode acabar vestindo a camisa do Boca Juniors(CESAR GRECO)

Miguel Borja pode acabar vestindo a camisa do Boca Juniors | CESAR GRECO

O futuro do atacante Miguel Borja segue indefinido. Com contrato até o final do mês com o Junior Barranquilla, o colombiano segue no impasse sobre por qual clube irá atuar após isso. Hoje um novo capítulo dessa novela começa, já que segundo o jornal argentino ‘Olé’, o Boca Juniors está negociando a contratação do atacante com o Palmeiras.

Quer assistir a jogos exclusivos do Brasileirão 2021 por apenas R$13,90/mês? Então, clique aqui e assine o Estádio TNT Sports!

Ainda segundo o jornal, a negociação está sendo feita por meio do dirigente e ex-jogador Juan Román Riquelme, que inicialmente tentou a vinda do colombiano por meio de um empréstimo e após o Palmeiras não topar, decidiu tentar trazer o atacante em definitivo. 

Atualmente, com a saída do ídolo Carlos Tevez, o Boca enxerga que há uma necessidade no ataque e vê Miguel Borja como um bom substituto para a posição. O preço estipulado para a contratação do atacante gira em torno de R$ 22 milhões. 

Até então, diversas possibilidades haviam surgido a respeito do futuro do jogador. Recentemente, conforme confirmado pela TNT Sports, o Junior Barranquilla tentava a contratação em definitivo do atleta. 

Antes disso, a volta do colombiano ao Palmeiras e até uma ida do atacante para o arquirrival São Paulo tinham sido especuladas. 

Hoje com 28 anos, Borja vive uma boa fase no Junior Barranquilla. São 22 jogos e 14 gols na temporada, somando no ano 59 partidas e 35 gols. Pelo Palmeiras, Borja conquistou o Campeonato Brasileiro de 2018 e disputou 112 partidas, marcando um total de 36 gols. Em 2016, vestindo a camisa do Atlético Nacional, o colombiano foi eleito o Rei da América. 

Comentários