Futebol Brasileiro

Brasiliense vai pedir anulação da partida contra a Ferroviária pela Série D

Segundo o Jacaré, houve um 'erro de direito do árbitro' ao marcar falta fora da área e, após confusão, assinalar pênalti

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Ferroviária derrotou o Brasiliense por 1x0 I Foto: Tetê Viviani/Esp. Metrópoles

Ferroviária derrotou o Brasiliense por 1x0 I Foto: Tetê Viviani/Esp. Metrópoles

O Brasiliense informou, na tarde desta segunda-feira (20), que pedirá a anulação da partida contra a Ferroviária, que foi realizada no último sábado (18), na Fonte Luminosa. O jogo terminou com vitória do clube paulista por 1x0 e eliminação do Jacaré da Série D.

Segundo a nota oficial do clube do Distrito Federal, houve um "erro de direito do árbitro Antônio Márcio Teixeira da Silva". No lance em questão, o atacante Júlio Vitor foi derrubado pelo lateral Alex Murici. O árbitro assinalou falta fora da área, mas após 13 minutos de confusão, voltou atrás e marcou a penalidade máxima. Vale ressaltar que na segunda fase da Série D não há a utilização do árbitro de vídeo (VAR).

Confira a nota oficial:

"O Brasiliense pedirá a anulação da partida contra a Ferroviária, tendo em vista o erro de direito do árbitro Antônio Márcio Teixeira da Silva, sob a influência de terceiros que pressionaram o assistente Celso Luiz da Silva a alterar a marcação da falta para uma penalidade máxima inexistente.

No lance, capitado pelas transmissões da Rádio e TV Brasiliense e também da plataforma Eleven Sports, o atacante Júlio Vitor foi claramente derrubado fora da área pelo lateral Alex Murici. Antônio Márcio Teixeira da Silva assinalou falta, mas após a pressão da equipe da Ferroviária em cima do assistente em 13 minutos de confusão, o árbitro voltou atrás, marcou o pênalti e não explicou em campo e nem relatou na súmula o porquê da decisão. Além da marcação equivocada, o Jacaré questiona a omissão ao esclarecer a infração.

O erro conjunto entre o árbitro e o assistente culminou na eliminação do Jacaré na segunda fase da Série D. A partida terminou 1×0 para a equipe paulista com gol marcado a partir da penalidade.

Vale ressaltar que na segunda fase da Série D não se tem o VAR, recurso que evitaria o erro desastroso do trio de arbitragem mineiro."

Comentários