Futebol Brasileiro

Caio Mota, sub-20 do Santos, está na mira do Benfica

Empresário do jogador confirma o interesse tido pelo clube de Portugal e afirma sobre possível continuidade do atacante no Santos: 'nunca foi financeiro o problema. É questão de visões diferentes em relação ao futuro dele'

Avatar del

Por Ludmilla Florencio

Caio Mota atua pelo sub-20 do Santos(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Caio Mota atua pelo sub-20 do Santos | Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Mais um jogador do Santos, além de Lucas Veríssimo, poderá vestir a camisa do Benfica. Caio Mota, do sub-20, despertou interesse do clube de Portugal. A informação dada pelo jornal 'Gazeta Esportiva' e confirmada pela reportagem do Esporte Interativo.

O atleta tem contrato com o Peixe até o fim de março de 2021, mas não deve renovar com a equipe após não chegarem a um acordo, já que os empresários gostariam que Caio fosse integrado ao elenco principal, mas o clube da baixada teria interrese em manter o jogador por mais um período na base. 


>

Segundo declaração dada por Fábio Caran, empresário do santista, ao Esporte Interativo um grande agente português ligou perguntando se havia interesse na ida do atleta para Portugal. "Falamos que sim mas só depois do término do contrato", afirmou.

A oferta realizada pelo atleta não foi revelada e nem o 'training compesation' que o Santos poderá receber (compensação que envolve o pagamento financeiro ao clube de treino de um jogador quando este assina o seu primeiro contrato com um clube profissional ou todas as transferências até ao seu 23º aniversário).

A situação de Caio no Santos

A última reunião sobre a continuidade de Caio foi em outubro de 2020. No local, estavam Pedro Dória, do conselho gestor, junto a Caran, responsável pelo atacante. Em oportunidades anteriores, o agente conversou com Jorge Andrade e William Tomas.

No ano de 2019, Mota realizou treinamentos com a equipe profissional e representava o Santos nos confrontos do sub-20 e sub-23, onde marcou 12 gols em 14 jogos. Com o Cuca, o atleta não teve a oportunidade de treinar. 

Caran ainda afirmou que não há um problema financeiro na possível continuidade de Caio no time alvinegro praiano e, sim, "questão de visões diferentes em relação ao futuro dele".

Comentários