Futebol Brasileiro

Ceni diz que não é 'compatível' trabalhar no Corinthians, mas afirma: 'Não posso dizer nunca'

Em entrevista à emissora 'ESPN', treinador do Fortaleza foi mais uma vez perguntado sobre a possibilidade de comandar Timão e Palmeiras, os dois principais rivais são-paulinos

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Rogério Ceni chegou a ser cogitado no Corinthians(2020 Getty Images, Getty Images South America)

Rogério Ceni chegou a ser cogitado no Corinthians | 2020 Getty Images, Getty Images South America

Uma questão que voltou à tona nos últimos dias, principalmente após a demissão de Tiago Nunes, foi a possibilidade de Rogério Ceni eventualmente aceitar treinar o Corinthians. Em entrevista à emissora 'ESPN', o ex-goleiro e técnico do Fortaleza foi taxativo ao afirmar que não crê em um convite por parte do Timão ou mesmo do Palmeiras, outro grande rival do São Paulo.

“Primeiro: eu acho que não haverá um convite de Corinthians e Palmeiras para mim. O Galiotte mesmo disse uma vez que não seria conveniente. E acho que ele tem total razão. Eu tenho total respeito pelas duas entidades, mas seria levada essa rivalidade que existiu durante 18, 19 anos que eu fui titular do São Paulo”, afirmou.

No entanto, Rogério ainda fez questão de afirmar que não "diria nunca" a qualquer clube, mesmo que este seja rival são-paulino.

“Eu vou dizer uma coisa: se acontece comigo o que aconteceu com o Tiago Nunes... Aliás, não aconteceria nem 15% de uma campanha ruim porque o torcedor mais apaixonado nunca vai entender. E eu compreendo isso perfeitamente e até admiro porque é admirável da parte do torcedor ser tão fiel, como diz o nome da sua torcida. E também a minha fidelidade ao São Paulo. Nesse caso é muito recente. Eu não digo nunca, não posso dizer nunca. Mas acho que não é compatível no momento eu trabalhar no Corinthians ou no Palmeiras. Talvez não caiba analisar isso nesse momento”, afirmou.

“O Corinthians foi um grande adversário. Na carreira, tem muita importância, aconteceram muitos fatos relevantes exatamente por ser o Corinthians. Então eu tenho um respeito muito grande por Corinthians e Palmeiras. Com o Santos também, mas sempre falo de Corinthians e Palmeiras por serem da mesma cidade”, finalizou.

 
Presidente do Fortaleza diz que situação de Rogério Ceni no clube é estável
Comentários