Futebol Brasileiro

Conmebol abre processo, e Léo Pereira pode desfalcar o Flamengo em eventual final da Libertadores

Zagueiro foi expulso na vitória sobre o Barcelona-EQU por agressão a jogador adversário

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Léo Pereira foi expulso na vitória sobre o Barcelona-EQU(Photo by Silvia Izquierdo-Pool/Getty Images)

Léo Pereira foi expulso na vitória sobre o Barcelona-EQU | Photo by Silvia Izquierdo-Pool/Getty Images

Expulso na vitória por 2 a 0 do Flamengo sobre o Barcelona de Guayaquil, o zagueiro Léo Pereira pode desfalcar o clube caso ele avance à final da Libertadores. Isso porque a Conmebol abriu um processo contra o jogador por conduta violenta.

Léo já terá que cumprir suspensão automática no duelo da volta e pode receber mais uma partida de punição caso seja condenado com base no artigo 16.1 (b) do Código Disciplinar da entidade, que prevê 'suspensão no mínimo de dois jogos na competição ou por um período de tempo específico, por conduta violenta ou por agredir jogadores ou qualquer outra pessoa presente na partida, exceto os oficiais'.

O defensor recebeu o cartão vermelho aos 43 minutos do segundo tempo, após acertar cotovelada no rosto de León. Em súmula, o árbitro uruguaio Andrés Cunha justificou a expulsão da seguinte maneira:

"Conduta violenta: foi expulso (...) aos 88 minutos por conduta violenta. Com a bola parada e antes de um escanteio, aplica um golpe com seu cotovelo no pescoço de um rival. Não estava advertido e acatou a ordem".

Comentários