Futebol Brasileiro

Corinthians encaminha novo acordo para pagamento da Neo Química Arena

Clube paulista apresentou as novas diretrizes para pagamento do empréstimo realizado com objetivo de compra da Neo Química Arena e aguarda aprovação interna

Avatar del

Por Ludmilla Florencio e Leonardo Ferreira

Neo Química Arena, casa do Corinthians(Getty Images)

Neo Química Arena, casa do Corinthians | Getty Images

O Corinthians realizou, na última segunda-feira (20), uma reunião com o CORI (Conselho de Orientação), no Parque São Jorge, para apresentar aos participantes as novas diretrizes para pagamento do empréstimo realizado com objetivo de compra do próprio estádio – a Neo Química Arena. A informação inicial é do site 'Meu Timão', confirmada pela TNT Sports Brasil.



O CORI aceitou e, ainda de acordo com o que foi apurado pela TNT Sports Brasil, não houve uma votação. Apenas uma apresentação com consenso de todos no final. O clube aguarda agora o assentimento do CD (Conselho Deliberativo) – pela apuração, dificilmente não será aprovado. O Corinthians não se pronunciou oficialmente a respeito do assunto, mas, segundo apurado, espera as proximas semanas para apresentar o acordo ao conselho.


Corinthians, Caixa e Novonor (nova razão social da Odebrecht) estão alinhadas nos acordos, mas para que isso se acerte verdadeiramente é preciso que haja também o “ok” dos poderes internos destas instituições. 


A dívida é estimada em 611 milhões de reais, que serão divididos por 18 anos, e o Corinthians tem até 2041 para pagar. Por conta do naming rights, o Corinthians arca apenas com 311 milhões – já que os outros 300 são da Hypera Pharma. É previsto que o acerto se inicie em 2023.

 
Comentários