Futebol Brasileiro

Cruzeiro é condenado na Justiça por atrasar salários e recebe multa de R$ 100 mil

Ação movida pelo Ministério Público do Trabalho refere-se aos atrasos de salários de funcionários do clube

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Cruzeiro é condenado pela Justiça a pagar R$ 100 mil de multa I Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro é condenado pela Justiça a pagar R$ 100 mil de multa I Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro foi condenado pela Justiça do Trabalho, nesta terça-feira (15), por atrasar salários dos funcionários e vai ter que pagar uma multa de R$ 100 mil por danos morais coletivos. A Ação Civil Pública (ACP) foi movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Um inquérito civil foi instaurado pelo MPT em dezembro de 2019 para apurar a denúncia de atraso no vencimento dos empregados do clube. A Raposa foi intimada mais de uma vez a apresentar documentos, ficando comprovado o atraso na quitação dos salários, inclusive dos trabalhadores da manutenção.

"O clube atrasava inclusive pagamentos de empregados que recebem os salários mais baixos, que dependem do pagamento em dia para honrar as despesas de seu próprio sustento e de suas respectivas famílias”, enfatizou o MPT.

No decorrer das investigações, o Ministério Público do Trabalho sugeriu a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) entre as partes, mas o Cruzeiro não se manifestou com relação à proposta e também não conseguiu comprovar por meio de documentação a quitação em dia dos salários dos meses de abril e maio de 2020.

Comentários