Futebol Brasileiro

Diego Tardelli revela vandalismo e 'cenas de terror' de torcedores após eliminação

Atacante do Santos revelou que teve seu carro atacado por um grupo de vândalos a caminho de seu hotel após a queda do Peixe na Copa do Brasil

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Diego Tardelli fez sua estreia pelo Santos na partida contra o Athletico(Ivan Storti/Santos FC)

Diego Tardelli fez sua estreia pelo Santos na partida contra o Athletico | Ivan Storti/Santos FC

O atacante Diego Tardelli, do Santos, revelou na madrugada desta quarta-feira (15) que sofreu com atos de vandalismo de um grupo de torcedores do Santos após a eliminação do Peixe na Copa do Brasil, para o Athletico em plena Vila Belmiro.

Segundo revelou o camisa 99 santista, que fez sua estreia pelo clube justamente nesta partida, nos stories de sua conta oficial no Instagram, ele teve seu carro seguido a caminho do hotel após a partida diante do Athletico e, ao parar em um semáforo, teve seu veículo atacado e depredado. Confira abaixo o pronunciamento do atleta.

"Quero contar a cena de terror que passei e nunca tinha passado na minha vida. Estava chegando próximo ao meu hotel, acredito que três ou quatro carros já estavam me seguindo... Até eu parar no sinal, nisso me fecharam dois ou três carros, eu não tinha para onde correr".

Eles começaram a quebrar meu carro, chutar, quebrar, amassar, falar que eu ia morrer, aquela tortura que fazem quando as coisas não vão bem. Isso me deixou triste, chateado. Pelo que vi rápido, acredito que eram em torno de 10 pessoas, 10 vândalos".

 "A torcida tem todo direito de cobrar, a fase do time realmente não é das melhores. Mas isso não justifica. Durante 15 anos de carreira, é a primeira vez que passo por isso, é muito triste. Torcida pode cobrar, mas agredir, quebrar carro, tacar o terror... Não cabe. Não vai ter nenhuma punição, poderia ter acontecido qualquer coisa comigo. A sorte que encontrei um policial e eles vieram me escoltando ao hotel", desabafou o atacante.

Com a eliminação na Copa do Brasil, o Santos fica com suas atenções voltadas somente ao Campeonato Brasileiro, competição pela qual não vence há seis jogos e está a somente dois pontos do primeiro time na zona do rebaixamento, o América-MG.

Comentários