Futebol Brasileiro

Em meio a processo judicial, Neto Borges deixa o Vasco

Lateral-esquerdo chegou na temporada passada e não marcou gols

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Neto Borges em ação pela Sul-Americana com a camisa do Vasco(AFP via Getty Images)

Neto Borges em ação pela Sul-Americana com a camisa do Vasco | AFP via Getty Images

Com a queda para a Série B, o Vasco da Gama mexeu bastante no seu plantel. Com entradas e saídas, o clube perde agora mais um jogador: Neto Borges, lateral-esquerdo que deixa o Cruz-Maltino após acionar o clube na justiça.

O jogador cobra falta de pagamento dos salários entre dezembro de 2020 e abril de 2021, além de recolhimento de FGTS e gratificação natalina. Como se não bastasse isso para os vascaínos, ele ainda cobra mais R$ 770 mil alegando ter sofrido assédio moral na equipe carioca.

O contrato do jogador iria até a metade do ano, mas a juíza Luciana Gonçalves de Oliveira Pereira das Neves, da 58ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, concedeu liminar que livra Neto Borges de seu vínculo empregatício.

O clube ainda pode recorrer da decisão, mas já tende a receber punição da FIFA, já que não pagou os 50 mil euros, cerca de 310 mil de reais pelo empréstimo do jogador junto ao Genk, da Bélgica.

Neto Borges tem 24 anos, chegou da Bélgica ao Vasco no meio da temporada de 2020 e não marcou gols em sua passagem de 23 jogos pelos cariocas. 

Comentários