Futebol Brasileiro

FERJ não atingiu receita para pagar prêmios aos clubes

Segundo a Federação, o problema não tem solução, não haverá premiação e os clubes considerados "grandes" já sabiam dessa informação

Avatar del

Por Larissa Carvalho

Alexandre Vidal/Flamengo

Alexandre Vidal/Flamengo

A expectativa de receita não atingiu os valores necessários para pagar as premiações aos clubes vencedores. O volume em dinheiro esperado com TV reduziu drasticamente após reconfiguração no modelo de negócios contratuais da FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) para o Campeonato Carioca. A informação é a de que não haverá pagamento das premiações aos clubes e que o problema não tem solução. 

No antigo contrato de TV da FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), o modelo de negócio era baseado na concentração dos direitos, dentro desse contrato já era previamente estabelecido o valor de prêmio. Porém, a partir da diversificação de contratos em 2021, com TV aberta, aplicativos, pay-per-view e canais dos clubes, o valor mínimo necessário para pagar os times não foi atingido. Ainda segundo a Federação, clubes grandes do Rio já sabiam dessa informação.

A premiação total destinada ao campeão carioca seria de 2 milhões, ao vice-campeão, 1 milhão, ao campeão da Taça Rio, também 1 milhão e Volta Redonda e Portuguesa, semifinalistas do Campeonato Carioca, receberiam 500 mil. 

Comentários