Futebol Brasileiro

GUIA DO PAULISTÃO: grupo D promete ser um dos mais acirrados da competição

Santos, Red Bull Bragantino, Ponte Preta e Santo André compõem a chave, que promete ser o 'grupo da morte' do Paulistão 2022

Santos, Red Bull Bragantino, Ponte Preta e Santo André compõem o grupo D do Paulistão

Santos, Red Bull Bragantino, Ponte Preta e Santo André compõem o grupo D do Paulistão

O grupo D do Paulistão promete ser o 'grupo da morte' desta edição do Estadual, que terá transmissões exclusivas da HBO Max. A chave conta com Santos, Red Bull Bragantino, Ponte Preta e Santo André.

Vale lembrar, no entanto, que os times não se enfrentam entre si na primeira fase. Pelo regulamento, as equipes enfrentarão as outras 12 equipes do Paulistão na primeira fase e os dois primeiros colocados se classificam para as quartas de final, nas quais se enfrentam entre si.

Confira, abaixo, um guia completo dos quatro times do grupo:

SANTOS

O Santos chega para o Paulistão 2022 tentando apagar a péssima campanha do ano passado, que quase culminou com o rebaixamento para a Série A-2 do torneio. Para isso, terá o técnico Fábio Carille, especialista na competição, para voltar a levantar o troféu que não ergue desde 2016.

Com a base da equipe que terminou o último Campeonato Brasieiro praticamente intacta, o Peixe foi ao mercado e conseguiu se reforçar com poucas, mas boas peças para a temporada. Chegaram ao clube o zagueiro Eduardo Bauermann, destaque do Brasileirão 2021 pelo América Mineiro; o meia Bruno Oliveira, da Caldense; além de Ricardo Goulart, meia-atacante que já atuou por Cruzeiro, Internacional e futebol chinês.

"Vale muito além (da taça), sabemos que as equipes principalmente anos atras valorizavam muito mais do que hoje. Eu continuo valorizando do mesmo jeito. Campeonato que te prepara muito bem para outras competições, é dificil jogar em Novo Horizonte, Mirassol, se nao for l organizado... Isso te prepara pra sequência, tem que valorizar nao so pela historia mas pela sequência do ano", disse o técnico Fabio Carille em entrevista exclusia à TNT Sports.

Para a estreia do Paulistão, contra a Inter de Limeira, na quarta-feira (26), às 19h (de Brasília), fora de casa - que terá transmissão EXCLUSIVA da HBO Max (clique aqui para assinar), Carille pode não contar com alguns jogadores que retornaram recentemente de quarentena, por conta da Covid-19. São os casos de Sandry, Carlos Sánchez, Léo Baptistão, Vinícius Zanocelo, Ângelo e Marinho, que retornaram dias após a reapresentação oficial e perderam alguns treinos.

Craque do time: Ricardo Goulart

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O meia-atacante de 30 anos chega ao Santos após longa e exitosa passagem pelo futebol chinês. Ele vestirá a camisa 10, que não era usada desde a saída de Yeferson Soteldo, e é a esperança de gols da equipe da Vila Belmiro.

Possível time base: João Paulo; Kaiky, Velázquez e Bauermann; Madson, Sandry, Felipe Jonatan, Lucas Braga e Ricardo Goulart; Marinho e Marcos Leonardo.

Opinião do especialista: Ricardo Martins, comentarista da TNT Sports.

O Santos, com a contratação de Goulart e a manutenção do time do ano passado e o time com 3 zagueiros, tem chances de ser o primeiro colocado num grupo difícil. Jogando na Vila lotada, com a organização dos times do Fábio Carille, pode ser o primeiro colocado da chave."

Melhor campanha na história: campeão (22 títulos, sendo o último em 2016).

RED BULL BRAGANTINO

Consolidado como uma das potências do futebol paulista, o Red Bull Bragantino chega ao Paulistão de 2022 credenciado como um dos favoritos após chegar à final da Copa Sul-Americana e ficar com o vice-campeonato para o Athletico Paranaense.

O "Massa Bruta" manteve seus principais jogadores - como Artur, Cleiton, Léo Ortiz, Helinho e Lucas Evangelista - e segue no mercado em busca de outros jovens jogadores para comporem o elenco treinado por Maurício Barbieri – trabalho mais longevo atualmente entre times da Série A do futebol brasileiro.

A estreia do Red Bull Bragantino será diante do Mirassol, na quinta-feira (27), às 20h (de Brasília), fora de casa. Para 2022, o time de Bragança Paulista aposta na manutenção do elenco e em reforços pontuais para chegar ainda mais forte neste Paulistão em busca de uma taça.

“Espero um 2022 promissor, pedido é que seja um ano de muita. Vai ser um ano incrível não só para mim, mas para a equipe toda, ano de glórias, de coisas novas também, como a Libertadores. Estou ansioso até, mas tem que ter cautela, tem o Paulista, campeonato de extrema importância. O ano promete coisas boas e espero que esse pensamento se torne realidade”, disse o atacante Artur em entrevista exclusiva à TNT Sports.

Até aqui, o Red Bull Bragantino fez quatro contratações (sem contar a compra efetiva de Eric Ramires, que atuou emprestado em 2021). São elas o goleiro Lucão, o lateral direito Jose Hurtado, o meia Hyoran e o atacante Chrigor.

“Acho que (o ponto forte do Braga é) a manutenção do treinador junto com a manutenção da maioria dos jogadores que fizeram a grande campanha que fizemos ano passado em todos os campeonatos, valoriza tudo que a gente vem fazendo, cada vez mais confiança para todos os jogadores, principalmente os que ficaram. O clube tem confiança no trabalho que a gente vem fazendo, dá tempo pra gente crescer e amadurecer”, citou o zagueiro Léo Ortiz, que já foi presença na convocação da seleção brasileira.

Possível time base: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Luan Cândido; Jadsom, Lucas Evangelista e Hyoran; Artur, Helinho e Ytalo.

Craque do time: Artur

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

O meia-atacante assumiu de vez o protagonismo no Red Bull Bragantino após a venda de Claudinho, para o Zenit, da Rússia, e se consolidou como o grande nome da equipe de Barbieri. No ano passado, foram nada menos do que 21 gols marcados e 14 assistências providencias em 58 partidas totais.

Opinião do especialista: Ricardo Martins, comentarista da TNT Sports.

O Red Bull Bragantino mantém uma base de dois ou três anos, com um trabalho espetacular. Um time que não tem a pressão que os outros grandes têm e pode sim brigar pela liderança do grupo. Uma equipe muito forte em casa, com conjunto muito bom e com Barbieri, que já provou ser um treinador muito bom.

Melhor campanha na história: campeão (1990)

PONTE PRETA

A Macaca tenta se reerguer após um 2021 complicado para os seus torcedores. No Paulistão, a tradicional equipe campineira parou na terceira colocação de seu grupo e acabou não se classificando para as quartas de final. No Troféu do Interior, perdeu para o Novorizontino e ficou com o vice. Já na Série B, mais sufoco, com o time garantindo sua permanência já nas rodadas finais.

Um dos times mais tradicionais do futebol paulista e brasileiro, a Ponte Preta chega para a temporada de 2022 com o objetivo de voltar a disputar o mata-mata do Paulistão e conseguir o acesso na Série B.

Para a atual temporada, a Ponte Preta vem com nomes conhecidos em seu elenco, como o volante Matheus Jesus e o zagueiro Dedé. O técnico Gilson Kleina, ex-Palmeiras e que chegou no ano passado para salvar o clube da queda para a terceira divisão, segue no comando.

“Com as contratações, estamos motivados, jogadores referência, com currículo bom no cenário nacional, entendendo o que é a Ponte Preta. A Ponte tem camisa muito respeitada, tradição enorme dentro do futebol brasileiro. A Ponte está começando esse trabalho, processo que tem que ter rapidamente, esse encaixe da equipe. A primeira fase são jogos para classificar e isso que vamos fazer: trabalhar jogo a jogo. Tenho certeza que a equipe vai ser forte e brigar por objetivos maiores”, disse o técnico Gilson Kleina, em entrevista exclusiva à TNT Sports.

Ao todo, a Ponte Preta oficializou, até o momento, dez contratações para a temporada. São elas os zagueiros Dedé, Léo Santos e Fabricio Dornellas; os laterais Guilherme Santos e Norberto; os meias Wesley, Matheus Jesus e Moisés Ribeiro, além dos atacantes Lucca e Pedro Jr.

Fora dos gramados, a Macaca também conta com um reforço que pode ser muito importante para o clube. O ex-atacante Luis Fabiano, o Fabuloso, voltou ao clube onde é ídolo para ocupar cargo no departamento de futebol e deve ter contato direto com o elenco da Ponte.

A estreia dos campineiros está marcada para quarta-feira (26), diante do Palmeiras, no Allianz Parque, às 21h35 (de Brasília).

Melhor campanha na história: vice-campeão (1929, 1970, 1977, 1979, 1981, 2008 e 2017).

SANTO ANDRÉ

O vice-campeão paulista de 2010 chega como azarão no Grupo D do torneio. Agora comandado pelo promissor técnico Thiago Carpini, o time do ABC estreia na terça-feira (25), às 19h (de Brasília), diante do Botafogo, em Ribeirão Preto.

Depois de uma temporada complicada em 2021, em que só se livrou do rebaixamento no Paulista na penúltima rodada, o Santo André apostou em uma profunda reformulação do elenco para ter melhor campanha neste ano.

Ao todo, foram 25 reforços do Ramalhão para este Paulistão, se contarmos também o técnico Thiago Carpini, contratado em outubro. O perfil das contratações varia muito. Há apostas, como o meia Lucas Lourenço, emprestado pelo Santos, e jogadores que já tiveram destaque, como Gustavo Nescau – destaque do Marília vice-campeão da Copa Paulista 2020 com o Marília.

Dentre os nomes conhecidos do elenco do Ramalhão estão o experientíssimo o zagueiro Carlão, ex-Corinthians; Luiz Gustavo, ex-Palmeiras e Vasco; Serginho, ex-Vasco e Atlético-MG; Thiaguinho, ex-Corinthians; Lucas Lourenço, ex-Santos; e Thiago Ennes, ex-Flamengo.

O Santo André vem, em 2022, para sua terceira disputa do Campeonato Paulista consecutiva após ser promovido como campeão da Série A2 em 2019. O time do ABC, dono do título da Copa do Brasil de 2004, busca voltar ao cenário nacional e busca uma boa colocação no Paulistão para isso.

Veja, abaixo, a lista de reforços do Santo André:

Goleiros: Fabrício, Jefferson Paulino

Zagueiros: Jorge Felipe, Luíz Gustavo, Carlão, Rafael Esculapio

Laterais: Thiago Ennes, Jeferson, Kevin, Thallyson

Meio-campistas: Thiaguinho, Carlos Jatobá, Lucas Lourenço, Mateus Sabino, Lucas Cardoso, Serginho, Jonathan Schuttz

Atacantes: Gustavo Nescau, Lucas Tocantins, Bruno Xavier, Giovanny Bariani, Junir Todinho, Bruninho, Rochinha

Melhor colocação no Paulistão: Vice-campeão (2010)

Comentários