Futebol Brasileiro

Gols decisivos, confiança de Felipão e "ajudinha" de Raphael Veiga: Pablo comemora boa fase no Athletico

Atacante marcou dois gols e deu uma assistência na vitória diante do Caracas, que confirmou a classificação do Furacão na Libertadores da América

Pablo comemorando gol na partida dessa quinta (26)(Vinicius Do Prado/Agência F8/Gazeta Press)

Pablo comemorando gol na partida dessa quinta (26) | Vinicius Do Prado/Agência F8/Gazeta Press

São cinco jogos seguidos como titular do Athletico. Desde então, foram quatro gols marcados e uma assistência. A boa fase de Pablo coincide também com a chegada de Felipão ao clube. O treinador apostou no atacante, deu confiança, e o resultado já vem aparecendo dentro de campo.

"Eu voltei a jogar com a chegada dele, e isso foi muito importante. A confiança que ele passa para a gente é de extrema importância. É um cara que é um paizão, te dá todo apoio, te deixa jogar, fazer as coisas. Com a confiança que ele me passou e depositou em mim, eu tinha apenas que entrar em campo e dar meu melhor. Eu me concentrei para dar meu melhor, lutar, ajudar, correr, que as coisas aconteceriam naturalmente. Essa confiança que ele depositou em mim foi importante, por também saber a história que tenho no clube. Sou um dos jogadores mais experientes do grupo, e ele depositou responsabilidades para mim. Eu disse que estava pronto para ajudá-lo e ajudar a equipe", contou o camisa 5.

Em cerca de 20 dias de trabalho, Felipão já conseguiu analisar mais de perto as características de cada atleta disponível no elenco. O treinador vem elogiando a qualidade e a postura de Pablo, nas últimas entrevistas coletivas. Depois da vitória contra o Caracas, revelou que já tinha excelentes referências do atacante, informações passadas por Raphael Veiga, quando trabalhou com o meia no Palmeiras.

"Ele deve ter mentido bastante (risos). O Rapha é meu irmão, um parceiro que tive, um dos melhores jogadores que eu tive a oportunidade e o privilégio de jogar. Fizemos história no Athletico. É um grande amigo, conversei com ele faz dois dias. Espero que ele tenha falado coisas boas, porque ele é um grande amigo, que vou levar para o resto da minha vida. É um excelente jogador, pessoa, e merece todo o sucesso que está acontecendo na vida dele. Espero vê-lo em breve com a camisa da seleção, porque ele merece", afirmou o atacante.

Além da chegada de um novo comandante e da sequência no time titular, a evolução na parte física também tem sido fundamental para Pablo reencontrar o bom futebol. Depois de uma saída conturbada do São Paulo e de um início de temporada complicado, o atacante reconhece que, finalmente, está conseguindo jogar sem dores.

"Eu sei das responsabilidades que tenho com o clube e a minha volta para a minha casa foi um pouco conturbada, no começo do ano. Toda a situação que vivi no outro clube que eu estava (São Paulo). Até as coisas se definirem, cheguei, treinei poucos dias, e já quis, por decisao minha, jogar o campeonato estadual, sabendo que não estava 100% fisicamente. Estava em pré-temporada, eu queria jogar e ajudar, e acabei pagando um preço até cedo por não estar 100%. Sentindo dores, tomando injeção, e isso com certeza atrapalhou no começo. Depois que você está em campo, ninguém quer saber se você está 100% ou não, vão te cobrar e com certeza vão me cobrar por tudo que já vivi aqui dentro. Sabia que isso poderia acontecer, tenho essa consciência tranquila que estando 100% fisicamente as coisas aconteceriam naturalmente. Fico ali o mês de abril, final de março, treinando mais e jogando menos para ganhar ritmo. Essa foi a quinta partida consecutiva jogando, estou feliz com esse momento, espero evoluir, melhorar ainda mais fisicamente, para poder realizar nossos sonhos com meus companheiros", relatou Pablo.

Athletico enfrenta Libertad nas oitavas da Libertadores

Os dois gols de Pablo contra o Caracas ajudaram a garantir o Athletico na próxima fase da Libertadores da América. O sorteio, realizado nesta sexta-feira (27), colocou o Libertad, do Paraguai, novamente no caminho do Furacão. Rivais no Grupo B da competição, as duas equipes voltam a se enfrentar nas oitavas de final.

"O Felipão falou uma coisa que temos que pensar. Quando você quer ser campeão de uma competição, você não tem que temer nenhum adversário, esse é o primeiro ponto. O segundo ponto é não escolher o adversário, porque se é sorteio, é sorteio, não é você quem decide. Eu penso dessa forma também. Não tem que ter medo de enfrentar uma equipe ou outra, quem enfrentarmos temos que enfrentar com coragem, humildade e dar nosso melhor para passar de fase. Passamos a fase de grupos, vivemos um bom momento, temos um tempo até o proximo jogo. Nós conhecemos a equipe deles, mas eles conhecem a nossa também. Temos que estar concentrados, sabemos do nosso potencial e onde queremos chegar", analisou o atacante.

As oitavas de final da Libertadores da América estão programadas para a última semana de junho. Até lá, o Athletico tem compromissos pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa do Brasil. Neste domingo (29), o Furacão enfrenta o Cuiabá fora de casa, e a tendência é que Pablo volte a ser titular da equipe. Com a próxima semana cheia para trabalhar, Felipão adiantou que não pretende poupar jogadores na rodada do Brasileirão.

Comentários