Futebol Brasileiro

Jogadoras da seleção brasileira soltam manifesto sobre assédio sexual e moral

Atletas usaram suas redes sociais para protestar e fazer alerta contra abusos sofridos contra mulheres; nos últimos dias, CBF foi acometida por escândalo com Rogério Caboclo

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Jogadoras em treinamento da Seleção(Carolina Brito / CBF)

Jogadoras em treinamento da Seleção | Carolina Brito / CBF

Nesta sexta-feira (11), a poucas horas do amistoso contra a Rússia, as jogadoras da seleção brasileira protestaram em suas redes sociais. O motivo? O assédio sofrido por mulheres no Brasil, que inclusive foi o motivo de Rogério Caboclo ser afastado da presidência da CBF nos últimos dias.

No Instagram, uma a uma das atletas postou uma mensagem em tom de alerta e indignação. Elas também pediram respeito e igualdade 'além dos gramados'. 'Não ao assédio', bradaram as jogadoras ao final do manifesto. 

Confira o protesto na íntegra:

Todos os dias no Brasil, milhares de pessoas são acometidas e desrespeitadas com cenas de assédio, seja moral ou sexual. Especialmente nós, mulheres. São brasileiras e brasileiros, vítimas de abusos e atos que vão contra nossos princípios de igualdade e construção de um mundo mais justo. Dizer não ao abuso são mais do que palavras, são atitudes. Encorajamos que mulheres e homens denunciem. Nossa luta pelo respeito e igualdade vai além dos gramados. Hoje mais uma vez dizemos: não ao assédio!

Mensagem no Instagram de Marta
Comentários