Futebol Brasileiro

Nagoya Grampus confirma rescisão de Jô, mas leva caso à FIFA

Anunciado nesta semana como novo reforço do Corinthians, Jô pode ter problemas

Avatar del

Por Raul Moura

Jô foi anunciado nesta semana como novo reforço do Corinthians(2017 Getty Images, Getty Images South America)

Jô foi anunciado nesta semana como novo reforço do Corinthians | 2017 Getty Images, Getty Images South America

Neste domingo (21), o Nagoya Grampus, clube japonês em que Jô estava antes de fechar com o Corinthians, anunciou a rescisão do contrato com o jogador. Além disso, no mesmo comunicado, deixou claro que levou o caso para a Câmara de Resolução de Disputas da Fifa.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis! 

Nagoya Grampus anuncia que o contrato com Jô (João Alves de Assis Silva) foi cancelado por justa causa. Além disso, esse assunto está atualmente confiado à Câmara de Resolução de Disputas da FIFA", explicou o clube.

Com contrato com o time japonês válido até janeiro de 2021, o atacante já vinha, há bastante tempo, tentando rescindir o contrato com o Nagoya e assinou com o Corinthians até dezembro de 2023.

Em contato com Paulo Sérgio Feuz, Presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB/SP, a reportagem do Esporte Interativo apurou que o Corinthians não deve ser punido: "Me parece que neste caso, não teremos punição ao clube, pois, o Corinthians não participou ou assediou o jogador. Ao que tudo indica a discussão será financeira."

 

Na opinião de Feuz, não seria razoável punir Jô, uma vez que foi o Nagoya Grampus que realizou a rescisão contratual.

 
Matheus Cunha revela carinho maior por São Paulo e Corinthians
Comentários