Futebol Brasileiro

Papagaio retorna ao Palmeiras e iniciará treinos no CT já nesta quarta

Jogador formado nas categorias de base do Alviverde vai começar os treinos com os atletas que não embarcaram para a disputa do Mundial de Clubes

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Papagaio (à esquerda) será observado pelo técnico Abel Ferreira(Cesar Greco/SE Palmeiras)

Papagaio (à esquerda) será observado pelo técnico Abel Ferreira | Cesar Greco/SE Palmeiras

Acabou a espera! Depois de mais de um ano, o atleta Papagaio está de volta ao Palmeiras. O jogador que estava suspenso retornou presencialmente ao clube e a partir desta quarta feira (03) já treina com os atletas que não viajaram para o Mundial. Segunda e terça foram para exames de saúde e teste de COVID.

O jogador, artilheiro da base palmeirense em 2018, que tem contrato até dezembro de 2023, será observado por Abel Ferreira e a comissão técnica. Rafael Papagaio comemorou este retorno, agradeceu à família pela ajuda nesse período longe dos gramados e falou sobre as mudanças em sua vida.

"Graças a Deus me preparei muito bem esses 14 meses , não só fisicamente, mas em todos os aspectos. Fiz um trabalho com meu preparador físico Thiago Mendes, trabalho de nutrição com o Victor Hugo, parte de fisioterapia e recovery na Laposture e quero agradecer a eles e também ao Guilherme Helselbach que me deu todo suporte de academia, e muitas outras coisas, para que eu estivesse mais do que 100% nesse retorno. Estou ansioso demais, louco para voltar aos treinos e muito feliz pelo título da Libertadores. Menino, Patrick e Esteves, joguei com eles na base, são caras excepcionais e ver eles conquistando coisas que todos sonhamos deixa um gostinho de voltar melhor ainda e mostrar meu trabalho para fazer parte desse grupo vitorioso".

Durante esse período que esteve suspenso, a vida do jogador mudou particularmente também. Ao lado da esposa Letícia, o atleta teve a primeira filha, Manuella, que completará nove meses no fim da semana.

"Muita coisa mudou desde meu último jogo como profissional. O tempo passou rápido para algumas coisas, mas parecia que nunca mais voltaria a treinar ou jogar novamente. Mudei muitas coisas na minha vida, criei uma rotina no dia a dia. Mas minha mulher, Letícia, e minha filha Manuella foram as maiores responsáveis para que eu trabalhasse firme e confiasse em Deus que tudo daria certo . Agradeço a Deus por tudo que fez em minha vida em todo esse tempo e no homem que ele me tornou. Agora é focar no trabalho para voltar a jogar novamente", completou.
 

Comentários