Futebol Brasileiro

Para não ser 'bombeiro', Lisca revela recusa a Sport, Bahia e Náutico

Treinador está sem clube desde que deixou o Vasco, em agosto, mas recusou ofertas 

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Lisca ficou à frente do Vasco por somente 12 partidas(Andre Fabiano/Zimel Press/Gazeta Press)

Lisca ficou à frente do Vasco por somente 12 partidas | Andre Fabiano/Zimel Press/Gazeta Press

O técnico Lisca está livre no mercado atualmente, mas só deve assumir um time pensando na temporada de 2022. Em entrevista ao podcast 'O Bairrista', o treinador revelou que recusou propostas de três clubes, mas que preferiu não assumir neste momento para não ser "bombeiro".

"Neste ano não (quero ser 'bombeiro'). Em 2019, 2020 e 2021 não vou trabalhar com isso. Foi uma definição minha de plano de carreira. Recebi outros convites também em 2019 e 2020... Depois que eu subi o América, recebi três convites. Dois atrelados à situação de rebaixamento, Bahia e Sport, e, na B, o Náutico".

Bahia e Sport atualmente brigam contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O primeiro está fora do Z4, mas somente dois pontos à frente do primeiro time na zona, o Santos. O Sport, por sua vez, ocupa a 18ª colocação, com 27 pontos somados. Na Série B, o Náutico chegou até a ocupar a liderança, mas hoje é somente o 9º colocado, com 45 pontos.

Lisca está livre no mercado desde agosto, quando deixou o comando do Vasco. No comando do Cruz-Maltino, o treinador teve 36% de aproveitamento, com quatro vitórias, um empate e sete derrotas em 12 partidas.

Comentários