Futebol Brasileiro

Presidente confirma que Cruzeiro foi punido com novo transfer ban da Fifa

Penalidade é referente a uma dívida pelo atacante colombiano Riascos

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Sérgio Santos Rodrigues, presidente cruzeirense(Igor Sales / Flickr Cruzeiro)

Sérgio Santos Rodrigues, presidente cruzeirense | Igor Sales / Flickr Cruzeiro

As notícias ruins parecem se empilhar no Cruzeiro a cada dia que passa. Nesta quarta-feira (28), o presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, confirmou uma nova proibição de registrar atletas, somando assim dos transfers bans ativos na Fifa. 

"Hoje temos dois transfer ban ativos, ou seja, temos limitações financeiras e também de punições para poder registrar. Mas claro que a gente trabalha pensando nisso, mirando para cima. A gente já viu histórias de outros times que engatam uma sequência boa. Por mais que esteja na parte de baixo, a diferença para a zona de acesso seria de dois ou três rodadas faltando mais da metade do campeonato para correr. Então a gente mira na parte de cima e pede o torcedor para acreditar nisso", disse, em entrevista ao 'Sportv'.

A nova punição é referente à dívida com o Mazatlán FC, do México, pela contratação do atacante Riascos. A insitituição não cumpriu o prazo para desembolsar R$ 6 milhões pela compra do colombiano, em 2015.

O transfer ban antecedente ao caso supracitado foi pela aquisição de Arrascaeta, hoje no Flamengo, também em 2015. Na época, o uruguaio foi contratado junto ao Defensor-URU. O não pagamento de R$ 7 milhões levou à condenação cruzeirense.

Comentários