Futebol Brasileiro

Presidente da Portuguesa defende que clube vire uma SAF: 'Chegou ao fundo do poço'

Antonio Carlos Castanheira que seguir os mesmos caminhos recentes de Cruzeiro e Botafogo para tentar salvar a tradicional equipe paulista da falência

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Partida entre Juventus x Portuguesa, em 2021(Gero Rodrigues, O Fotografico/Gazeta Press)

Partida entre Juventus x Portuguesa, em 2021 | Gero Rodrigues, O Fotografico/Gazeta Press

O caminho natural de algumas equipes no futebol brasileiro, após a aprovação da lei, foi tornarem-se clubes-empresa. Nesta sexta-feira (07), foi a vez de Antonio Carlos Castanheira, presidente da Portuguesa, defender esse futuro para a tradicional equipe paulista.

Em entrevista à 'Gazeta Esportiva', o mandatário lusitano afirmou que o clube está à beira da falência, ao utilizar o termo "fundo do poço" para o estado das finanças da agremiação.

Nosso interesse em virar clube-empresa é total. Total porque a Portuguesa chegou ao fundo do poço. O clube precisou chegar ao fundo do poço para tomar uma atitude", disse.


"A Portuguesa tem nome, história, valor de marca, uma grande torcida ainda. Ela não é um time pequeno, é grande. Não é gigante como Corinthians e Flamengo, mas é grande, tem sua grandeza. Dá, sim, pra trazer ela de volta, com força", completou Castanheira.

A Portuguesa está atualmente na Série A-2, a segunda divisão do Campeonato Paulista. Em 2021, o clube paulista parou no mata-mata da Série D, ao perder para o Caxias, nos pênaltis.

 
Paulo Sousa projeta reforços para o Flamengo
Comentários