Futebol Brasileiro

Relembre como foram as outras três finais de Libertadores entre clubes brasileiros

Decisão entre Flamengo e Palmeiras, no dia 27, será a quarta final da história da Libertadores entre clubes do Brasil

Por Victor Duarte

Flamengo e Palmeiras vão decidir a Libertadores no dia 27 de novembro I Foto: Gabriel Rossi / Getty Images

Flamengo e Palmeiras vão decidir a Libertadores no dia 27 de novembro I Foto: Gabriel Rossi / Getty Images

O dia 27 de novembro será mais um dia marcante na história do futebol brasileiro. Flamengo e Palmeiras entrarão em campo no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, para a quarta final de Libertadores na história entre clubes do Brasil.

Vale lembrar que, além do Brasil, a Argentina também já teve uma final entre dois clubes do mesmo país. Em 2018, o River Plate derrotou o Boca Juniors e comemorou o título no Santiago Bernabéu, na Espanha. A TNT Sports vai relembrar todas essas decisões brasileiras na final da Libertadores e detalhes das partidas. Confira:

  • 2005 – São Paulo x Athletico Paranaense

No dia 6 de julho de 2005, o Furacão começou sua caminhada rumo ao primeiro título da Libertadores contra o São Paulo. A partida foi realizada no Beira-Rio, já que a Arena da Baixada não tinha capacidade para receber a final. Após o clube paranaense abrir o placar com Aloísio, o Tricolor paulista empatou a partida com gol contra de Durval.

No dia 14 de julho, os times se reencontraram no Morumbi para o jogo decisivo e os donos da casa não tomaram conhecimento dos visitantes. O São Paulo aplicou uma sonora goleada por 4x0 (gols de Amoroso, Fabão, Luizão e Diego Tardelli) e levantou o caneco do tricampeonato continental.

Rogério Ceni levanta a taça do tri da Libertadores do São Paulo I Foto: Getty Images
  • 2006 – Internacional x São Paulo

No ano seguinte ao tri, o São Paulo enfrentou o Inter na grande decisão da competição. A partida de ida foi disputada no Morumbi no dia 9 de agosto. O Colorado conseguiu abrir 2x0 com dois gols de Rafael Sóbis e o Tricolor diminuiu aos 30 do segundo tempo com Edcarlos.

Após a derrota por 2x1 no primeiro jogo, o clube paulista precisava da vitória de qualquer jeito na volta, mas foi o Inter quem abriu o placar no Beira-Rio com Fernandão. O zagueiro Fabão chegou a empatar, mas Tinga colocou os gaúchos novamente na frente. Aos 40 do segundo tempo, Lenílson empatou em 2x2, mas já era tarde demais e o Inter comemorou seu primeiro título continental.

Fernandão (e) comemora seu gol na partida de volta I Foto: Getty Images
  • 2020 – Palmeiras x Santos

A segunda final única da história da Libertadores foi disputada no Maracanã, no dia 30 de janeiro de 2021. Na ocasião, a partida foi disputada no ano seguinte por causa da pandemia de Covid-19. Dentro de campo, Palmeiras e Santos fizeram um jogo morno e com poucas chances para ambos os lados.

Por causa das paralisações e confusões, o árbitro Patricio Loustau deu 14 minutos de acréscimos. Quando a partida já se encaminhava para a prorrogação sem gols, Rony lançou a bola na área e o atacante Breno Lopes, de cabeça, abriu o placar para o Palmeiras. Foi o segundo título de Libertadores da história do Verdão.

Felipe Melo levanta a taça do bicampeonato da Libertadores do Palmeiras I Foto: Getty Images
Comentários