Futebol Brasileiro

Renato critica arbitragem e revela sobre Gabigol: 'Passou mal e quase não jogou'

Técnico deu coletiva fortíssima e ainda disse que o 'VAR tem que parar de apitar os jogos'

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Renato comandando o Rubro-Negro na partida contra o Cuiabá(Andre Melo Andrade/MyPhoto Press/Gazeta Press)

Renato comandando o Rubro-Negro na partida contra o Cuiabá | Andre Melo Andrade/MyPhoto Press/Gazeta Press

O Flamengo empatou em 0 a 0 com o Cuiabá no Maracanã e desperdiçou a chance de encostar no líder Atlético-MG, que perdeu para o Atlético-GO também nesse domingo (17) e ficou nos 56 pontos. Com o empate, os cariocas têm 10 a menos: 46. Alguns lances polêmicos protagonizaram o jogo, como  cotovelada sofrida por Vitinho dentro da área e o gol anulado de Michael.

Em entrevista coletiva depois do jogo, o técnico Renato Portaluppi, que foi muito criticado nas redes sociais, principalmente pela substituição de Gabigol, falou sobre as polêmicas, criticou a arbitragem e também explicou a situação do atacante flamenguista. Segundo ele, Gabriel quase não entra em campo, pois estava passando mal antes do jogo e no intervalo.

Gabigol quase não entrou em campo. Ele passou mal antes do jogo. Passou mal durante o jogo, no intervalo. Tomou remédio. Deixei ele o máximo em campo, mas chegou uma hora que eu tive que tirá-lo."

Sobre a cotovelada sofrida por Vitinho, Renato declarou que era pênalti legítimo e que ele marcaria independente de ter sido pro seu time ou não. Ele também disse que gostaria de saber a opinião dos especialistas sobre o tema.

"Uma falta dessa, por muito menos, eu já vi várias expulsões. Não tem essa de sem querer, sem querer também é falta. Eu gostaria de ver o que os especialistas tem a falar sobre esse lance. Pra mim é pênalti legítimo, se fosse na minha área também seria pênalti", disse Renato.

Irritado com a arbitragem, ele seguiu criticando a atuação do VAR.

"Eu tô cansado de bater nessa tese de que o VAR apita o jogo. Não me interessa quem está no VAR. O objetivo é chamar o árbitro na hora do jogo. Uma cotovelada é involuntária? Pode ter sido sem querer, mas sem querer também é falta. O VAR tem que parar de apitar o jogo. Eu estava vendo agora no vestiário o lance do Vitinho. Eu deixo para os especialistas comentarem. Se é um lance fora da área, o jogador é expulso. Por que o árbitro não foi chamado para revisar?"

Perguntado sobre as poucas oportunidades que dá ao jovem lateral Ramon, muito adorado e pedido pelos torcedores, Renato exaltou o titular Filipe Luís.

"Porque temos um dos melhores laterais do mundo: Filipe Luís", destacou Renato.

O Flamengo volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro contra o Fluminense. Antes, tem compromisso marcado pela semifinal da Copa do Brasil contra o Athletico-PR, na próxima quarta-feira (20), às 21h30 (de Brasília), na Arena da Baixada. 

Comentários