Futebol Brasileiro

Rogério Ceni fala sobre permanência no Flamengo: 'No futebol não existe garantia'

Técnico também explicou porque Pedro e Gabigol não podem atuar juntos: 'Não treinamos dessa maneira ainda'

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Em coletiva, Rogério Ceni explicou ausência de Gabigol no time titular I Foto: Jorge Rodrigues/AGIFA

Em coletiva, Rogério Ceni explicou ausência de Gabigol no time titular I Foto: Jorge Rodrigues/AGIFA

Após a derrota para o Ceará por 2x0, neste domingo (10), no Maracanã, o técnico Rogério Ceni, do Flamengo, concedeu uma entrevista coletiva. Bastante pressionado no cargo após chegar ao terceiro jogo consecutivo sem vitória, o treinador afirmou que "no futebol não existe garantia". No entanto, destacou que seus treinamentos e trabalhos diários são "muito bons", mas os resultados nas partidas deixam a desejar.

O desempenho como treinamento e trabalho diário é muito bom, como resultado ele deixa a desejar".

"No futebol não existe garantia, você tem que conquistar a garantia com os resultados dentro de campo. Até agora os resultados são poucos, são frágeis, são ruins perto do que esse time pode produzir. No futebol não existe garantia e a direção é soberana, ela tem total direito de tomar qualquer decisão".

A escalação inicial de Rogério Ceni contra o Vozão causou estranheza nos torcedores por causa da presença do atacante Gabigol no banco de reservas. O técnico destacou a confiança que tem em Pedro, que foi o titular, e afirmou que os dois jogadores ainda não tem condições de atuarem juntos por falta de treinamento.

“Acredito que o Pedro foi contratado por valor expressivo e tem qualidades suficientes para ocupar essa posição de titular, o que não diminuiu em absolutamente nada a importância que o Gabriel tem para o time. Escalar os dois juntos desde o começo nós não treinamos dessa maneira ainda para jogar 90 minutos ou para jogar 60, 70 minutos. Seria um risco muito grande”.

Comentários