Futebol Brasileiro

Santos intensifica conversas para contratar Ariel Holan

Técnico argentino sagrou-se recentemente campeão do Campeonato Chileno com a Universidad Católica e tem em seu contrato cláusula que o deixa sair do clube sem pagamento de multa rescisória antes do dia 21 de fevereiro

Avatar del

Por Ricardo Martins

Ariel Holan está na Universidad Católica, do Chile(Getty Images)

Ariel Holan está na Universidad Católica, do Chile | Getty Images

Nesta segunda-feira (15), o Santos intensificou as conversas para contratar Ariel Holan, que está na Universidad Catolica, do Chile. A informação do interesse no argentino foi dada primeiramente pelo site 'Gazeta Esportiva'.

Quer assistir a jogos exclusivos do Brasileirão? Então, clique aqui e assine o Estádio TNT Sports!

Segundo apurou a reportagem da TNT Sports, o Peixe está em contato com os representantes do treinador de 60 anos de idade, que recentemente se sagrou campeão chileno pelos 'Cruzados'. Ainda não houve, no entanto, uma proposta formal para Holan.

Seu contrato prevê o pagamento de um valor baixo de multa rescisória, uma vez que seu vínculo se estende até dezembro de 2021. Há, no entanto, uma cláusula que permite ao treinador deixar a Catolica sem custos até 21 de fevereiro.

O argentino é mais um dos técnicos com quem o Santos conversou desde a última semana, quando ficou sabendo da vontade de Cuca de deixar a equipe ao final do Campeonato Brasileiro. Antes dele, Tiago Nunes, ex-Corinthians e atualmente sem clube, e Lisca, do América-MG, chegaram a efetivamente negociar com o Peixe.

A intenção da diretoria do Santos, encabeçada pelo presidente Andrés Rueda, é resolver a questão de seu novo técnico até, no máximo, o final desta semana. Vale lembrar que a temporada 2021 já se inicia quatro dias após o fim do Brasileirão.

Holan iniciou sua carreira como técnico profissional em 2015, no Defensa y Justicia, da Argentina, e depois foi para o Independiente, onde fez bom trabalho e conquistou a Copa Sul-Americana de 2017, em pleno Maracanã, diante do Flamengo.

 
Comentários