Futebol Brasileiro

'Trazer o Rafinha de volta envolvia em duplicar orçamento pra mesma posição', diz Landim

Presidente do Flamengo explica que contratação do lateral, hoje no Grêmio, afetaria 'planejamento orçamentário'

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Landim explicou motivo de o Flamengo não ter contratado o lateral Rafinha I Foto: Mateus Bonomi/AGIF

Landim explicou motivo de o Flamengo não ter contratado o lateral Rafinha I Foto: Mateus Bonomi/AGIF

No início desta temporada, os torcedores do Flamengo acompanharam a novela envolvendo a negociação com o lateral Rafinha, que acabou assinando com o Grêmio. Em entrevista ao 'ge.com', Rodolfo Landim, presidente do Rubro-Negro, comentou sobre as conversas com o atleta e explicou que um motivos de o clube carioca ter abdicado da contratação do defensor de 35 anos foi o planejamento orçamentário.

Trazer o Rafinha de volta envolvia em duplicar quase um orçamento para uma mesma posição".

"Dentro do planejamento orçamentário do Flamengo, se você for ver os valores envolvidos para trazer o Maurício (Isla) não são muito diferentes do Rafinha. A gente fez uma substituição. O primeiro ponto é: trazer o Rafinha de volta envolvia em duplicar quase um orçamento para uma mesma posição. Porque você já tinha visto ali e você já contratou isso", comentou Landim.

Em seguida, o presidente do Flamengo destacou que o retorno de Rodinei, que está emprestado ao Internacional e tem contrato com o Colorado até 31 de maio, também pesou na hora de refletir sobre o retorno de Rafinha. Com o retorno do atleta ao rubro-negro ao fim do contrato de empréstimo, Landim indicou que teria um novo "jogador de qualidade" no elenco.

"O segundo ponto é que tem que olhar que você tem naquela posição um jogador nosso (Rodinei) que estava emprestado para o Internacional durante um tempo. Está vencendo e que vai estar retornando para nós também. Então, nós vamos contratar mais um jogador e vamos ter um terceiro jogador de qualidade que tinha ido para o Inter no momento em que dentro do planejamento cabia. Tudo isso faz parte da visão que a gente não pode pensar só no momento, a gente tem que pensar no todo e no planejamento, no que vai acontecer", finalizou.

Comentários