Imagem ilustrativa na TNT Sports

É agora que a história é escrita! Assista a TODOS os jogos do mata-mata da Champions League AO VIVO!

ASSINE JÁ
Futebol Brasileiro

Vasco: Abel Braga deixa o clube após demissão de Paulo Bracks

Diretor-técnico define decisão do Cruzmaltino como "injustiça" diante da demissão do cargo de diretor esportivo da SAF e revela negociações para retornar ao Inter

Abel Braga foi muito criticado por parte dos torcedores durante a temporada
Abel Braga foi muito criticado por parte dos torcedores durante a temporada (Gazeta Press)

Por Redação da TNT Sports

Após a demissão de Paulo Bracks, Abel Braga é mais um nome da diretoria a deixar o Vasco da Gama. Com contrato até o fim do ano, o diretor-técnico seria desligado após o cumprimento do vínculo. No entanto, diante da saída do diretor esportivo da SAF, demitido horas depois da confirmação da permanência na Série A, o ex-treinador optou por se retirar do cargo.

A condução da demissão de Paulo Bracks foi importante para a tomada decisão de Abel. O diretor-técnico foi contratado pelo Vasco sob os olhares do diretor esportivo da SAF. Em entrevista ao 'ge', ele reiterou a sua posição e destacou as decepções em meio a uma temporada repleta de pressão e incertezas.

Hoje no Brasil tem muito executivo bom. Mas ninguém teve esse trabalho como o Paulo. Ele teve que montar um novo time em seis meses, com uma nova comissão. Como é que o cara é demitido assim? Ninguém trabalhou melhor do que ele, foi uma injustiça. É lógico que com ele sendo demitido, também estou me retirando. Foi ele que me contratou, foi uma parceria incrível", disparou.

Abel Braga chegou ao Vasco em dezembro do ano passado para a função de diretor-técnico. Ainda de acordo com o veículo, Abel confirmou a negociação para integrar o departamento de futebol do Internacional a partir do ano que vem, caso Roberto Melo, candidato de oposição na eleição que ocorre neste sábado (09), seja eleito presidente do Colorado.

Apesar dos problemas enfrentados na temporada, Abel Braga mostrou gratidão ao Vasco, clube que também defendeu como jogador e treinador. Essa foi a primeira vez que o ex-técnico integrou a função longe dos gramados.

Foi um trabalho muito legal, um lado que eu não conhecia. Sempre trabalhei em campo. Acho que cumpri muito bem essa função da relação entre os jogadores e comissão técnica, dei opiniões, coloquei as minhas ideias. Devo tudo ao Vasco, mas foi uma grande decepção. Estou me desligando. Com certeza o Vasco não vai mais passar por isso no ano que vem", finalizou.

Mais Vistas