Melhor Futebol do Mundo

Caso Vini Jr: Ministério Público pede quatro anos de prisão para torcedores do Atleti

Integrantes da "Frente Atlético" foram acusados por pendurarem boneco de Vinicius em uma ponte antes de jogo contra o Real Madrid

Vini Jr em ação com a camisa do Real Madrid
Vini Jr em ação com a camisa do Real Madrid (Getty Images)

Por Redação da TNT Sports

A Procuradoria Provincial de Madrid pediu quatro anos de prisão para quatro membros da torcida organizada "Frente Atlético", por pendurarem um boneco com a camisa do Vini Jr simulando o enforcamento do jogador brasileiro do Real Madrid.

CLIQUE AQUI E ENTRE NO GRUPO DE FUTEBOL EUROPEU DA TNT SPORTS NO WHATSAPP!

O representante do Ministério Público os acusou de cometer um crime de ameaça, contra direitos fundamentais e liberdades públicas, ao mesmo tempo que exige uma indenização de 6 mil euros (R$ 31 mil) por responsabilidade civil pelos danos morais causados ao jogador.

Relembre o caso:

Ultrapassando novamente os limites da rivalidade, a torcida do Atlético de Madrid voltou a atacar o Vinícius Jr. antes de um clássico contra o Real Madrid. A partida entre os rivais de Madrid ocorreu em 26 de janeiro, pelas quartas de final da Copa do Rei. Os torcedores simularam um enforcamento com um boneco com a camisa de Vini, em uma ponte ao lado do CT do Real.

Juntamente do boneco, uma faixa com os dizeres: "Madrid odeia o Real". A frase é um dos lemas do Atlético Front, grupo ultra do Atlético de Madrid, que já utilizou os dizeres em outras ocasiões.

Vini Jr. vence Prêmio Sócrates e faz forte discurso contra o racismo

Mais Vistas