Melhor Futebol do Mundo

Dybala é monitorado pela Inter de Milão; argentino pode sair de graça da Juventus

Prováveis saídas de Vidal e Vecino possibilitariam a Inter de bancar Dybala, que tem contrato com a Juventus até junho

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Dybala está em fim de contrato(Getty Images)

Dybala está em fim de contrato | Getty Images

Paulo Dybala pode estar de saída da Juventus. A seis meses do fim de seu contrato com a Vecchia Signora, o jogador argentino é monitorado pela rival Inter de Milão, que acompanha atentamente a situação contratual do meia-atacante. A informação é do jornal italiano 'Gazzetta dello Sport'.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR A HBO MAX E ASSISTIR A TODOS OS JOGOS DA CHAMPIONS LEAGUE 2021/22!

Na última quarta-feira (12), o canal de televisão 'TyC Sports', da Argentina, noticiou que Dybala não renovaria seu vínculo com a Juventus. Isso porque o clube de Turim teria alterado algumas condições do novo contrato oferecido ao argentino, que, a princípio, teria agradado o jogador. Porém, com as mudanças, Dybala ficou insatisfeito e decidiu não estender seu vínculo.

Já a 'Gazzetta dello Sport' traz nesta sexta-feira (14) que Dybala irá esperar por um acordo com a Juve até o fim deste mês. Seu contrato tem validade em 30 de junho deste ano, e, neste momento, ele já poderia assinar um pré-contrato com outro clube.

A Inter avalia a contratação do meia-atacante no mercado do verão europeu. Ou seja, quando o contrato de Dybala se encerrar, para que não pague nada pela transferência. Porém, na atual situação, o salário do argentino é um impeditivo. O clube de Milão só poderia bancá-lo em caso de saídas do clube. As mais prováveis são a de Vidal e de Vecino, que aliviariam a folha salarial.

De acordo com o jornal italiano, o diretor da Inter, Beppe Marotta, ex-Juventus, possui uma boa relação com Dybala. No entanto, o jogador tem se recusado a ouvir propostas de outros clubes por enquanto, e prefere esperar até o fim de janeiro para iniciar conversas.

 
Claudinho faz pênalti sobre Chiesa e Dybala tem que cobrar duas vezes para colocar a Juventus na frente
Comentários