Melhor Futebol do Mundo

EXCLUSIVO: Diego Carlos celebra presença na Olimpíada e crava: 'Seleção tem muito potencial'

Zagueiro foi um dos jogadores acima dos 24 anos de idade convocado por André Jardine para integrar o grupo que buscará o bicampeonato olímpico em Tóquio

Por Gabriel Menezes

Diego Carlos disputa jogada com Haaland na Champions League(Getty Images)

Diego Carlos disputa jogada com Haaland na Champions League | Getty Images

Diego Carlos se firmou como um dos principais zagueiros do futebol espanhol recentemente, atuando pelo Sevilla. As boas atuações, inclusive, garantiram uma vaga na Seleção Olímpica, que disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo mês. Em entrevista exclusiva à TNT Sports, o defensor mostrou confiança no grupo convocado por André Jardine.

Um dos jogadores acima dos 24 anos de idade (limite para essa edição da Olimpíada), Diego Carlos celebrou bastante a convocação e destacou a responsabilidade que os convocados têm nos ombros por conta da missão de defender o título olímpico, conquistado em 2016.

"Representar o meu país sempre foi um sonho e motivo de muito orgulho. O Brasil é o país referência quando se fala em futebol no mundo. Basta ver como os brasileiros são reverenciados, por exemplo, durante a realização da Copa do Mundo. Poder defender o Brasil nos Jogos Olímpicos será mais um desafio que terei o prazer de enfrentar na minha carreira. Então ao ouvir meu nome na lista só tive a certeza que estou no caminho certo. Foi uma felicidade enorme e também uma responsabilidade, pois somos os atuais campeões olímpicos."

Diego Carlos fez boa temporada no Sevilla e chegou à Seleção (Foto: Getty Images)

O zagueiro, inclusive, reconhece que a partir do momento em que você veste a camisa da Seleção, a responsabilidade e a pressão sempre existem. Mas destacou que confia no grupo convocado por Jardine para Tóquio-2020 e vê a medalha de ouro como uma possibilidade real.

"Qualquer torneio que você representa o Brasil a responsabilidade é grande. A pressão sempre existe quando você atua em times ou seleções de alta performance. O país é o atual campeão e era uma conquista que se almejava há muito tempo. Felizmente ela veio em casa na última edição. É claro que, com isso, sai um pouco da pressão pela falta. No entanto, agora teremos que defender este posto e vamos atrás da segunda medalha de ouro."

É um grande desafio, é uma competição curta, que não permite muitos erros, mas essa seleção tem muito potencial e totais condições de chegar ao objetivo final, que é a medalha de ouro."

Além disso, Diego Carlos também falou sobre seu futuro. Destaque do Sevilla, a imprensa europeia já especulou que o brasileiro interessaria a clubes como o Liverpool para uma possível transferência. No entanto, o defensor mostrou gratidão ao clube da Andaluzia e indicou que não pensa em jogar em outro clube por enquanto.

"Quando se joga em alto rendimento você sempre quer conquistar cada vez mais. Seja no Sevilla ou na Seleção. A temporada passada foi muito boa, mas sei que podemos mais. Não procuro fazer planos de jogar no clube A ou B, ou em algum país específico. Estou muito feliz no Sevilla, um clube que me dá todas as condições e me fez chegar à Seleção Brasileira."

Evidentemente que busco sempre títulos. E a cada temporada vou em busca de todos. E procuro não me envolver na questão de especulações. Isso deixo a cargo dos meus representantes e do Sevilla."

Aos 28 anos de idade, Diego Carlos é titular absoluto do Sevilla. Na última temporada, ele disputou 46 partidas com a camisa da equipe espanhola.

 
Veja os melhores momentos de Dortmund 2x2 Sevilla
 
Comentários