Melhor Futebol do Mundo

"Espero poder representar o Brasil em Tóquio", afirma Gio Queiroz, jogadora com tripla nacionalidade

A atacante conversou diretamente com a TNT Sports sobre o seu futuro na Seleção Brasileira Feminina

Avatar del

Por Tayna Fiori

Foto: Mariana Sá/CBF

Foto: Mariana Sá/CBF

Cotada para ser um dos grandes nomes do futebol feminino e da Seleção Brasileira, a atacante Gio Queiroz, de apenas 17 anos, já veste a grande camisa do Barcelona. 

Ela chegou ao time em 2020, vinda do Madrid CFF. Com apenas 15 anos, Gio estreou na Liga Iberdrola, o Campeonato Espanhol Feminino. 

"É uma alegria muito grande estar no Barcelona. Sempre foi um sonho fazer parte desse grande clube, espero seguir crescendo e aprender bastante com o time", contou à TNT Sports. 

Sendo uma atacante muito versátil, com muita força, técnica e velocidade, Giovanna está envolvida em uma polêmica positiva.

A camisa 29 do clube catalão tem nacionalidade tripla (espanhola, brasileira e estadunidense), já tendo atuações pelas três Seleções. 

A grande promessa vem tendo uma grande sequência de convocações na Seleção Principal Brasileira, estando presente nesta última lista antes dos Jogos Olímpicos para amistosos contra a Rússia e Canadá. 

É super importante, para mim, contar com a confiança da Pia. Desde a primeira vez, ela sempre me incentivou a ser eu dentro do campo. Eu acho que posso aprender bastante com ela, tanto tecnicamente, como taticamente", afirmou. 

Com essa proximidade das Olimpíadas e uma possível chance de convocação, Gio Queiroz tem pela frente uma grande decisão: escolher o país que ela deseja representar. 

Até vestir a camisa da Seleção em uma representação oficial, como Copa do Mundo ou Jogos Olímpicos, a jogadora pode vestir as camisas que tem cidadania. 

Em entrevista exclusiva à TNT Sports, Giovanna Queiroz falou sobre essa difícil escolha:

As pessoas sempre me perguntam o que eu vou fazer. Eu tive a oportunidade de jogar pelas três Seleções e, em todas, eu tive ótimas experiências. Mas, hoje, eu me sinto bastante feliz com o Brasil e também me sinto valorizada e bem acolhida. Eu me sinto muito orgulhosa de poder representar o Brasil", afirmou. 

Tendo a Marta como inspiração, a atacante coleciona momentos com a amarelinha. Ela teve participações nas convocações para base, Sub-17, mas logo foi bem vista para técnica Pia Sundhage e convocada para principal. 

Com a técnica, Gio já foi convocada quatro vezes, atuando em três partidas e usando as camisas 20 e 21, fazendo parte das nove atletas da base que foram para principal.

Estando ao lado de jogadoras importantes do Brasil, Gio vê uma grande possibilidade de crescer. 

Eu me sinto bastante privilegiada de estar ao lado de grande jogadoras. Eu acho que estar com elas é um grande aprendizado, me fazem crescer como pessoa e jogadora", disse. 

Além disso, a atacante afirma o desejo de continuar jogando ao lado de Marta: "Espero poder jogar muitos anos com a Marta, porque ela é uma grande inspiração para mim".

A atleta disse que ama o ambiente da amarelinha que, após a chegada da Pia Sundhage, tem apresentado mais alegrias e diversões. E afirma que estar cotada para ser um dos grandes nomes do futebol só faz com que ela queria melhorar. E termina com:

Espero poder representar o Brasil em Tóquio", finalizou. 

O que espera para o futuro

Para um futuro próximo, Gio espera continuar sua crescente dentro do Barcelona e não pensa em sair atualmente. O contrato dela está válido até junho de 2023.

O ambiente é bastante competitivo e os ritmos dos treinos são bem fortes. O trabalho é de altíssimo nível", falou.

A atacante afirmou que jogaria no futebol brasileiro, porém, apenas mais para frente. Ela contou que tem acompanhado alguns resumos do Campeonato Brasileiro Feminino. 

Sobre os Jogos Olímpicos, Gio contou sua expectativa: "Eu acho que vai ser uma competição muito dura, contra algumas das melhores Seleções do mundo. E eu espero que a gente possa fazer um bom papel e, quem sabe, conseguir uma medalha olímpica", finalizou. 

Comentários