Melhor Futebol do Mundo

Manchester United: Onana defende Garnacho após acusações de racismo

Argentino fez postagem com emojis de gorila nas redes sociais para exaltar o goleiro camaronês após defesa de pênalti na Champions League

Onana e Garnacho são companheiros de equipe
Onana e Garnacho são companheiros de equipe - Alex Livesey (Getty Images)

Por Redação da TNT Sports

Manchester United, André Onana e Alejandro Garnacho foram os principais assuntos do futebol inglês nesta quinta-feira (26). Após o jovem argentino ser acusado de racismo por exaltar o goleiro camaronês com emojis de gorila nas redes sociais, Onana defendeu o companheiro de equipe e ressaltou que as pessoas interpretaram a publicação de forma errada.

Assine nosso canal exclusivo de Futebol Europeu no WhatsApp e fique por dentro de todas as informações do Melhor Futebol do Mundo!

O goleiro foi o destaque dos Red Devils na vitória sobre o Copenhague, no Old Trafford, pela terceira rodada da fase de grupos da Champions League. No último lance da partida, Onana defendeu penalidade e garantiu os três pontos fundamentais do clube inglês. Posteriormente, Garnacho elogiou o camaronês, foi mal interpretado e o camaronês saiu em defesa do parceiro.

As pessoas não podem me dizer o que me ofende. Eu sei exatamente o que Garnacho quis dizer (com os emojis): poder e força. Esse assunto não deveria ir mais longo", escreveu nas redes.

Storie publicado pelo goleiro Onana | Reprodução
Storie publicado pelo goleiro Onana | Reprodução

Mesmo com a ressalva de Onana, o post de Garnacho foi criticado por torcedores nas redes sociais. A Federação Inglesa de Futebol (FA) abriu uma investigação sobre a publicação do jovem de 19 anos.

Publicação de Garnacho após a vitória do Manchester United na Champions League | Reprodução
Publicação de Garnacho após a vitória do Manchester United na Champions League | Reprodução

Onana passou por momentos difíceis até a defesa de pênalti contra o Copenhague. Contratado na última janela pelo United, o goleiro falhou nos primeiros jogos dos Red Devils na Champions e sofreu críticas de parte dos torcedores.

O futebol inglês tem um histórico recente de punições em casos semelhantes ao de Garnacho. Em 2019, Bernardo Silva, do Manchester City, publicou uma imagem do lateral Benjamin Mendy quando criança e o comparou com um mascote de uma marca de doces. O jogador foi acusado de racismo e foi suspenso por um jogo e multado em 50 mil libras.

Um ano depois, Cavani ficou fora de três jogos e foi multado em 100 libras depois de agradecer um torcedor nas redes com as palavras "Gracias (obrigado), negrito". Na época, ele defendia o Manchester United.

Maguire e Onana decidem e Manchester United vence Copenhague; veja os melhores lances

Mais Vistas