Melhor Futebol do Mundo

Richarlison diz que jogador gay seria bem-vindo no Everton: 'Não podemos viver mais como há 100 anos atrás'

O camisa 7 do Everton fez a declaração neste sábado (25), dia do evento Pride in Liverpool, que celebra a diversidade e o combate a discriminação contra a população LGBTQIA+

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Richarlison foi revelado pelo América-MG e antes de rumar para a Inglaterra defendeu as cores do Fluminense(2019 Getty Images, Getty Images Europe)

Richarlison foi revelado pelo América-MG e antes de rumar para a Inglaterra defendeu as cores do Fluminense | 2019 Getty Images, Getty Images Europe

Todo dia 25 de julho na cidade de Liverpool acontece o evento 'Pride in Liverpool'. O festival tem o intuito de de celebrar a diversidade e combater a discriminação contra a população LGBTQIA+. Aproveitando o clímax do evento, o Everton, clube rival do Liverpool, situado na cidade, soltou em seu site oficial uma entrevista com o brasileiro Richarlison em que o atacante disse que um atleta gay seria tratado normalmente e seria bem-vindo no vestiário do clube.

"Eu acho que o futebol está se tornando mais inclusivo como deveria", disse o atacante. "O mundo mudou muito, não podemos mais viver como as pessoas viviam há 100 anos atrás. Somos todos iguais e devemos ser tratados dessa maneira. Por que não no futebol? Não podemos ser uma bolha no mundo", finalizou o brasileiro.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

A Premier League não tem um jogador que já tenha se declarado abertamente gay e o Everton em seu site ressaltou que Thomas Hitzlsperger, campeão alemão em 2007 pelo Stuttgart, que jogou a Copa do Mundo de 2006, e vestiu na Inglaterra as camisas do West Ham e dos Toffees, esperou se aposentar para se declarar publicamente um homem gay, com medo de ser prejudicado de alguma maneira desportivamente.

"Eu não acho que teria problema aqui ou em qualquer lugar. Todos tem que ser tratados primeiramente com respeito e igualdade. Eu li uma carta enviada à imprensa por um atleta gay da Premier League, contando a situação que ele vive e como isso afeta sua saúde mental, que ele tem receio de contar para seus companheiros, com medo que as coisas fiquem ainda piores. Não deveria ser assim", disse Richarlison.

>

Além de Richarlison, o lateral francês Digne também se pronunciou sobre o assunto e corroborou com o pensamento do companheiro de time.

"Reagiríamos normalmente, não teríamos nenhum problema com isso. Os jogadores estão abertos, conversamos sobre todos assuntos. Ninguém deveria ficar chocado e tudo estaria bem. É algo normal", declarou o francês.

>
 
Na base da raça, Atleti bate o Liverpool em Anfield e garante vaga nas quartas da Champions
Comentários