Melhor Futebol do Mundo

TRF concede habeas corpus a Neymar em processo de possível sonegação fiscal

O caso teria acontecido na transferência do brasileiro ao Barcelona

Avatar del

Por Redação da TNT Sports

Neymar foi acusado de sonegação de imposto em 2015(Thiago Ribeiro)

Neymar foi acusado de sonegação de imposto em 2015 | Thiago Ribeiro

Nesta quinta-feira (28), o Tribunal Regional Federal da 3ª Região divulgou que concedeu habeas corpus a Neymar para suspender o procedimento criminal investigatório por suposto caso de sonegação fiscal do jogador no Brasil.

Você assiste a TODOS os jogos da Champions AO VIVO no HBO MAX! Clique aqui e assine!

O caso se refere à multa aplicada pela Receita Federal em 2015, quando o jogador foi condenado a pagar R$ 188 milhões pelo processo que investigava sonegação fiscal na sua transferência do Santos ao Barcelona. Naquele ano, o camisa 10 da Seleção Brasileira teve, inclusive, seus bens bloqueados pela Justiça.

A situação seria de 2011 a 2013, entre sua passagem pelo Alvinegro até a venda ao time espanhol, onde houve suspeita de: omissão de rendimentos do trabalho, omissão de rendimentos de fontes do exterior, omissão de rendimentos pagos pelos culés, falta de pagamento de Imposto de Renda e outros.

Em 2017, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) julgou o caso e reduziu a multa para cerca de R$ 8 milhões. Agora, a defesa de Neymar divulgou a notícia do habeas corpus e afirmou que "não havia mínima certeza quanto à existência de um fato criminoso, tampouco possibilidade de o MPF buscar uma condenação".

A decisão do TRF, em território brasileiro, foi divulgada um dia depois da imprensa espanhola noticiar que Neymar seria julgado por seu contrato com o Barcelona e poderia, inclusive, ser preso por até dois anos.

 
Último Lance: TNT Sports elege Manchester City como favorito a título da Champions League
Comentários