Outros Esportes

Vanessa Pereira, eleita três vezes como melhor jogadora de futsal do mundo, fala sobre seu retorno ao Brasil

Atleta do Taboão Magnus, com passagens em clubes da Europa, destaca que o Brasil é o lugar onde é possível encontrar 'qualidade técnica e tática' no futsal

Por Ludmilla Florencio

Vanessa Pereira foi a melhor atleta de fustal em 2010, 2011 e 2012(Reprodução/Arquivo Pessoal)

Vanessa Pereira foi a melhor atleta de fustal em 2010, 2011 e 2012 | Reprodução/Arquivo Pessoal

Após seis anos na Europa, Vanessa Pereira, eleita três vezes como a melhor jogadora de futsal do mundo, retorna ao Brasil para defender as cores do Taboão Magnus. Sua estreia, que aconteceu neste último sábado (14), no clássico diante do São José pelo Novo Fustal Feminino, ficou marcada pelo gol da virada e traz muitas expectativas em relação ao seu desempenho. 

Em exclusiva à TNT Sports, Vanessa comentou o momento da carreira que vive. Para ela, ser treinada por Cris Souza, eleita a melhor treinadora de futsal da última temporada, e estar em um dos maiores clubes de da modalidade acrescentam o anseio por resultados positivos em todos os torneios que disputarem. 

Os aprendizados de quem soma 16 anos de carreira, nove clubes, 60 títulos e três prêmios individuais são variados. Mas a jogadora não deixou de destacar que, dentre todos locais que passou, é no Brasil que encontrou a realização, apesar das temporadas na Espanha e Itália. 

Dinheiro não é tudo e qualidade técnica e tática é no Brasil. O esporte brasileiro, a valorização humana não se tem em outro lugar. Somos acolhedores, somos capazes de transformar um lugar em lar pra qualquer pessoa. Qualidade de vida (preços de mercado) é ótimo fora, mas calor humano é aqui".

Aceitar o projeto do Taboão Magnus, segundo a atleta, foi fácil. Vanessa contou que há tempos o clube e ela conversavam para essa proposta ser concretizada, por isso, estar nele é motivo de muita felicidade, mas traz clareza e consciência da responsabilidade de vestir as cores da equipe. "Gosto de desafios e representar o futsal feminino, estar aqui é mais um deles". 

Vanessa Pereira
Vanessa Pereira ao ser anunciada como nova atleta do Taboão Magnus. Foto: Ian Freitas

A parceria com Cris, treinadora do time, também foi vista com bons olhos. "Trabalhar com ela é saber que no momento da dificuldade ela fará a leitura certa pra nos ajudar. A cada treino eu fico mais admirada com a inteligência e excepcional treinadora que é… faz jus com toda certeza ser a melhor treinadora de futsal do mundo".

Vanessa Pereira
Vanessa em estreia diante do São José pelo Novo Futsal Feminino. Foto: Elvis Henrique

Alcançar o posto de melhor atleta em 2010, 2011 e 2012 são marcas que descreveu como maravilhosas e reforçaram, para ela, a crença de que estava no caminho certo. 

"O ego se não souber gerir acaba sendo ruim, mas tive a felicidade de durante estes anos ter tido pessoas boas ao meu lado pra ajudar a entender o que era tudo isso. Tenho pretenção de fazer o meu melhor tanto dentro quanto fora de quadra, se isso me levar a ser melhor do mundo de novo ficarei feliz mais uma vez".

Mesmo com uma rica história até aqui, Vanessa contou não ter realizado todos os sonhos como atleta profissional. Seu grande objetivo é jogar uma Olimpíada, mas a não inclusão da modalidade nos Jogos, ocasionada pelos conflitos de interesses entre o COI e a FIFA, ainda não possibilitou viver essa experiência. 

Não sei se ainda terei condições ou estarei apta pra jogar quando se tornar uma modalidade olímpica. Mas como amante e militante da modalidade, o sonho de ajudar a se tornar olímpico se faz presente e fará até realizá-lo", finalizou.

Comentários